Estabelecer estratégias para ampliar as vendas da empresa deve ser uma das prioridades de qualquer tipo de negócio, independentemente do nicho de atuação. Você sabe o que é cashback e como ele contribui para melhorar os resultados?

De forma literal, cashback significa “dinheiro de volta”, e é justamente isso que acontece: ao implementar o cashback nas suas ações, o consumidor terá parte de seu dinheiro de volta, de acordo com a proposta da campanha.

Elaboramos este material para que você entenda como funciona o cachback, como implementá-lo em seu negócio e quais são os diferenciais dessa estratégia. Continue a leitura e saiba mais!

Como funciona o cashback?

Conforme mencionamos, o cliente vai receber parte do valor investido na compra de volta. Não há um valor definido como o ideal para a sua estratégia, tudo vai depender de quais são os objetivos da empresa e como essa campanha pode se tornar uma importante aliada das suas ações.

Para o cliente, funciona de forma bem simples: ele se cadastra no programa criado pela sua equipe e, assim que efetua a compra, tem um valor disponível de acordo com a modalidade definida pelo seu negócio.

Se for por meio do aplicativo próprio da loja/empresa, a pessoa terá a oportunidade de utilizar essa quantia em uma próxima compra, por exemplo. Também há a possibilidade de o usuário retirar o dinheiro físico.

Para a empresa, alguns pontos devem ser observados antes de implementar a estratégia. Assim como em qualquer outro tipo de campanha promocional, o primeiro deles é o orçamento. Existe a necessidade de analisar se há caixa disponível para implementar a ação. Além disso, é necessário seguir um passo a passo simples para botar a estratégia em prática. A seguir, explicamos mais detalhes!

Como implementar o cashback na empresa?

Além de analisar o orçamento, é necessário seguir algumas dicas para implementar o cashback no seu negócio. Confira quais são elas!

Defina as regras para o cashback

Inicialmente, as regras precisam ser muito bem definidas para que a divulgação aos clientes não tenha margem para nenhum tipo de dúvida. Exemplos: qual será a porcentagem de retorno que o cliente terá? O valor será transformado em crédito ou poderá apenas ser utilizada para recompra? Quanto tempo o valor ficará disponível para uso? Existe um valor máximo que o cliente pode usufruir (como 20% da compra até atingir uma quantia de R$ 300)?

Ter o entendimento de todos esses tópicos reduzirá as chances do cliente ficar insatisfeito por ter sido informado de maneira equivocada, além de garantir que todo o time esteja preparado para tirar as dúvidas dos clientes.

Determine os principais canais em que o cashback ficará disponível

Outro ponto importante é a definição dos principais canais em que o cashback ficará disponível. Existem empresas, por exemplo, que optam pela estratégia apenas a partir de pedidos feitos pela Internet. Outras abrangem o ponto físico da empresa, desde que o cliente já tenha repassado algumas informações e tenha criado uma espécie de cartão da própria loja.

Além disso, estude quais são as ferramentas que auxiliam o seu negócio nesse processo. Entenda quais são as funcionalidades que elas oferecem, quais são aquelas que melhor se adaptam à realidade da sua empresa e analise o suporte oferecido pelas marcas (principalmente nos períodos iniciais).

Divulgue a novidade aos seus clientes

Assim que implementar a novidade, não deixe de divulgá-la aos seus clientes nos mais diferentes canais.

Explique às pessoas como elas podem se beneficiar com a novidade e quais são os diferenciais de empresas que contam com o cashback. Além disso, recomendamos sempre utilizar a identidade visual de seu negócio nas peças da ação, de modo que haja a identificação da sua marca pelo público.

Quais são os diferenciais de apostar no cashback?

Antes de mencionarmos os diferenciais de apostar no cashback, vamos ressaltar a diferença existente entre essa ação e as promoções convencionais.

No método tradicional, o cliente deixa de pagar um valor X para gastar menos. Exemplo: um produto que custaria 70 reais, hoje custa 60 com o desconto aplicado. No cashback, o cliente paga os mesmos 70, mas fica com um crédito de 10 reais no seu negócio.

Como isso contribui para melhorar os seus resultados? Entenda!

Aumento da visibilidade da sua empresa

Ações efetivas são aquelas que permitem que os próprios clientes sejam propagadores da sua marca. Se uma pessoa sabe que terá um retorno significativo ao adquirir produtos e serviços no seu negócio, consequentemente, ela vai divulgar para amigos e familiares também conquistarem esse benefício.

Dessa forma, mais potenciais clientes passam a conhecer o seu negócio, o que reflete diretamente em resultados mais atrativos para a empresa.

Por meio dessas ações, é possível ter maior potencial competitivo, além de reduzir custos — principalmente com as estratégias de marketing do negócio.

Aumento da base de clientes

Este ponto está diretamente ligado ao anterior. Com o marketing boca a boca, mais pessoas conhecem a sua empresa, de modo que há um aumento da sua base para futuras ações.

Com o objetivo de promover ações ainda mais efetivas, entenda quem são as pessoas que chegam ao seu negócio, quais são seus interesses, e quais pontos consideram importantes em uma empresa, para assim melhorar a comunicação com esse público.

Fidelização de clientes

Por fim, aqueles que já conhecem os produtos e serviços da sua empresa serão fidelizados, o que garantirá feedbacks mais honestos em relação ao seu trabalho. Isso também permite que o negócio mantenha, como clientes, pessoas que realmente gostam do atendimento oferecido — que se tornam promotores da marca, aumentando o ticket médio e a taxa de recompra.

Neste conteúdo, você pôde entender o que é o cashback, quais são os diferenciais de investir nessa estratégia e dicas para implementá-la. Assim como em qualquer outra ação, é essencial contar com um bom planejamento, que envolve custos e a necessidade de avaliar os resultados da campanha para o negócio.

Se você gostou deste material e deseja usufruir de mais conteúdos, continue no blog para conferir o que é o self checkout e como ele pode contribuir com o sucesso da sua empresa!

Compartilhar