Pesquisar
Close this search box.

5 Dicas para aumentar o ticket médio na sua loja

Quando você pensa em aumentar o faturamento da sua loja, vem a cabeça a necessidade de fazer uma serie de avaliações para decidir quais ações tomar para impulsionar o seu negócio e chegar ao resultado esperado. Um dos levantamentos mais importantes a se fazer é do ticket médio.

Abaixo explicamos como você pode chegar a este número e algumas dicas que podem ser utilizadas para aumentar esse indicador:

1. Conheça o seu ticket médio

O ticket médio nada mais é do que o valor que cada cliente em média compra na sua loja. Ele corresponde à média entre o montante das vendas e o número dos clientes que gera esse valor.

O calculo é simples: total da receita / quantidade total vendida = ticket médio.

Para aumentar as vendas, as ações devem ser baseadas para que a quantidade média de vendas por cliente seja cada vez maior.

2. Aumente o pedido de compra

Ao decidir aumentar o pedido de compra de alguns produtos sempre gera aquela dúvida do que se deve comprar para que o dinheiro não fique parado num produto que não tenha muita saída. Por isso é preciso ter em mente algumas respostas:

  • Os produtos comprados em quantidade não devem ter data de validade próxima.
  • Esses produtos devem ser os carros chefes, ou seja, ter grande saída na loja.
  • Analisar a quantidade de saída e o giro de estoque.
  • Quais são os fornecedores com melhores preços e prazos.

3. Compre produtos e monte kits

O kit é um conjunto de produtos complementares com um valor mais acessível ao cliente, também aumento o ticket da sua loja. Por exemplo, você pode vender x produtos unitários ou vender todo o kit desses produtos 10% mais barato, assim instiga o cliente a comprar todos de uma vez devido ao preço, ou seja, aumenta o volume de vendas.

4. Tenha um programa de fidelidade

Muitos clientes dão preferencia para comprar em lojas que oferecem programas de fidelidade, pois eles sabem que essa ação gera oportunidades de ganho. Essa é uma estratégia que pode ser usada no varejo. Por exemplo, numa loja de materiais para construção oferecer programas de fidelidade por indicação de vendas gerando comissão ou oferecendo produtos a cada X pontos. Outra ideia é criar programas de fidelidade aonde gere pontos para o cliente a cada R$50,00 reais em compras. Ao atingir Y pontos ele recebe um brinde atrativo.

5. Forme consultores de vendas

A geração de consumidores vem se tornando cada vez mais exigentes quanto ao conhecimento dos produtos que estão comprando. Por isso ao entrar numa loja esperam que o vendedor não tenha apenas um conhecimento superficial e sim seja um especialista dos produtos que vende, gerando segurança ao cliente. Por exemplo, imagine uma loja de materiais para construção, com consultores de vendas especialistas em elétrica, hidráulica, pisos, etc, que possam sanar as dúvidas dos clientes quanto aos produtos que estão comprando e até mesmo sugerir algumas ideias é algo extremamente importante e um diferencial que fará o cliente comprar mais produtos na loja. Nesse caso o preço não se torna mais o fator decisivo, pois ele quer comprar com alguém que passe segurança do que esta oferecendo a ele e será um dos motivos que o fará voltar a negociar na loja.

E ai, gostou? Compartilhe este post nas redes sociais e divulgue nossas sugestões com os membros do seu negócio.

Pesquise no blog da CISS
Pesquisar
Artigos recentes​
Inscreva-se

Quer receber dicas de gestão exclusivas gratuitamente?

Para saber mais sobre como a CISS coleta, utiliza, compartilha e protege seus dados pessoais, leia a Política de Privacidade da CISS.

Compartilhe:
Você poderá gostar também: