Se precisássemos listar as ações mais importantes para a sobrevivência de um negócio, certamente o controle financeiro empresarial estaria entre elas. Afinal, sem finanças organizadas não se chaga a lugar algum.

Nenhum empresário gosta de pensar em falência, não é mesmo? Por isso, é preciso investir em estratégias que garantam um funcionamento estável, produtivo e promissor.

Continue a leitura e descubra quais são os principais prejuízos que o seu negócio pode sofrer com a falta de uma gestão financeira eficaz e como superar esse problema!

Qual é a importância do controle financeiro empresarial?

Comandar uma empresa não é uma tarefa fácil e, com certeza, um dos piores pesadelos de um empresário é perceber que está no vermelho. No entanto, essa situação pode ser evitada com um bom controle financeiro empresarial.

Ainda assim, muitos gestores não compreendem a importância de manterem suas finanças organizadas e acabam enfrentando sérios problemas e desafios. Veja o que sua empresa ganha ao se dedicar a essa atividade!

Controle de pagamentos e cobranças

A empresa que tem um bom controle financeiro sabe quando deve pagar seus compromissos e, claro, cobrar seus clientes. Na prática, isso representa um acompanhamento de datas eficiente, evitando juros e multas e garantindo um fluxo de caixa saudável.

Redução de gastos inteligente

Com um mercado tão concorrido, o corte de gastos é uma estratégia essencial para a sobrevivência de qualquer empreendimento. Quando o gestor conhece suas finanças, consegue fazer essas adequações de maneira muito mais inteligente.

Redução de desperdícios

O desperdício pode prejudicar os resultados empresariais e reduzir os lucros da empresa. Porém, com um controle financeiro estratégico, é possível assegurar que recursos, tempo e produtos não sejam jogados fora.

Conhecimento aprofundado do negócio

O controle financeiro ajuda o empresário a conhecer melhor seu negócio. Isso porque ele acompanha de perto o ROI de suas ações, os lucros obtidos, a evolução do capital de giro e seus custos e despesas. Tudo isso simplifica a gestão empresarial e facilita a tomada de decisões.

Quais são os sinais de desorganização financeira e os prejuízos que isso causa?

Afinal, como saber se a sua empresa está com as finanças desorganizadas? Como vimos, o controle financeiro é essencial para o adequado funcionamento do negócio, mas nem sempre os gestores conseguem identificar os problemas:

  • falta de capital de giro;
  • lucros abaixo do esperado;
  • dificuldades para pagar as contas em dia;
  • alto índice de inadimplência dos clientes;
  • falta de controle patrimonial;
  • perda de estoque recorrente;
  • dificuldades para fazer orçamentos e cotações.

Essas situações acabam desencadeando prejuízos para a empresa e, muitas vezes, a situação se torna insustentável. Veja, agora, como isso pode afetar seu funcionamento!

Pagamentos duplicados

É muito comum encontrar empresas desestruturadas e sem uma gestão financeira efetiva, ou seja, sem um controle diário de contas a pagar e receber. Quando isso ocorre, elas acabam pagando títulos em duplicidade.

Devido a inexistência de uma gestão avançada, os funcionários pagam os títulos que aparecem, o que gera prejuízos significativos, especialmente quando a falha demora a ser identificada.

Fluxo de caixa desorganizado

Outro problema comum é a falta de um fluxo de caixa positivo. Com a falta de controle, não é possível saber quanto se tem para receber e qual a capacidade de pagamento e investimento para as próximas semanas e meses.

Como não se consegue projetar o amanhã, a gestão financeira fica comprometida e o negócio começa a enfrentar uma série de problemas, como a baixa competitividade e as dificuldades para honrar com seus próprios compromissos.

Pagamento de juros a bancos

Se não houve planejamento, as finanças se tornam um caos. Assim, para pagar fornecedores, funcionários e despesas operacionais, a empresa recorre ao limite bancário, empréstimos e antecipação de cartões.

Isso poderia ser uma solução, mas é preciso ficar atento aos custos, uma vez que as taxas de juros são altas e podem prejudicar sua operação. Assim, é preciso entender que esses juros e multas não são inerentes à atuação empresarial, mas uma consequência de um problema financeiro.

Como organizar seu setor financeiro?

Diante de tudo o que dissemos, é fácil concluir que a organização do setor financeiro é a solução para o seu negócio. Somente com finanças estáveis, planejadas e controladas é possível alcançar o sucesso e crescer em um mercado tão competitivo.

Para ajudá-lo a superar esse desafio, selecionamos dicas infalíveis. Confira!

Registre tudo

Você precisa adotar o hábito de anotar tudo o que acontece na empresa. Em outras palavras, todas as ações, compras, vendas, gastos, reposições de estoque e contas a pagar e a receber devem ser registradas com atenção.

Com essa atitude, é possível ter mais controle sobre a situação e identificar com agilidade os problemas. Dessa forma, suas ações de intervenção serão mais rápidas e efetivas.

Classifique suas contas

Além de registrar os dados financeiros da empresa, é interessante separar as contas por categorias. Essa organização facilita o controle e evita que algo seja ignorado. Confira alguns exemplos:

  • gastos com estoque;
  • despesas de RH;
  • despesas operacionais.

Invista em um software de gestão

O software de gestão é seu grande aliado na hora de controlar as finanças da empresa. No entanto, é preciso investir em uma ferramenta que seja moderna, completa e adaptável às suas necessidades, como as soluções da CISS.

Com elas, você evita autuações fiscais, melhora sua gestão de compras e organiza o estoque. Nosso sistema tem módulos e recursos que permitem ao empresário trabalhar com aquilo que precisa, de acordo com as suas dificuldades e demandas.

Além disso, precisamos destacar a automatização dos cálculos. Fazer contas não é nada fácil e prazeroso, mas com um bom software tudo é concluído sem o risco de erros e com rapidez.

Faça análises periódicas

Por fim, jamais perca o controle da situação. Reserve um pouco do seu tempo para realizar análises periódicas e entender o que está acontecendo com o dinheiro da sua empresa.

Entenda como funcionam os processos, descubra o que pode dar errado, analise o fluxo de caixa e invista em planejamento financeiro A ideia é não ser pego de surpresa e tomar atitudes para reverter problemas com agilidade e estratégia.

Percebeu como o controle financeiro empresarial pode salvar o seu negócio e colocá-lo na rota do crescimento? Todo empresário deve entender que ter finanças organizadas é uma premissa para o sucesso e, por isso, é uma atividade que merece toda a sua atenção. Sendo assim, seja inteligente e invista em soluções que o ajudem a evitar problemas e a potencializar seus resultados.

Quer conhecer melhor o software da CISS? Entre em contato com a nossa equipe e descubra como ele pode mudar a rotina de seu negócio!

Compartilhar