A análise de concorrência é uma das práticas mais antigas do mercado, mas muitos empresários ainda não a aproveitam como deveriam.

A verdade é que não importa se a sua empresa é antiga ou está apenas começando suas atividades. Conhecer, acompanhar e compreender como seus concorrentes se comportam é essencial para seu próprio crescimento.

Quer saber mais sobre o tema? Continue a leitura!

Por que fazer análise de concorrência?

Diante de um consumidor tão exigente e da alta competitividade do mercado, não é difícil encontrar motivos para investir nesse processo.

Crescer e se destacar nesse cenário exige muita estratégia dos empresários. Para isso, é essencial entender sua realidade, sua área de atuação, seu posicionamento perante os concorrentes e inovar.

Sem dúvidas, todos esses objetivos se tornam muito mais fáceis de serem alcançados quando há um acompanhamento de mercado. Ou seja, a análise de concorrência é fundamental para a sobrevivência e o desenvolvimento empresarial.

O negócio que se dedica a essa tarefa encontra oportunidades, corrige erros e tem condições de oferecer aos seus clientes sempre a melhor experiência — o que é decisivo para 89% dos brasileiros.

Como fazer a análise de concorrência?

A análise de concorrência pode ser feita de diversas maneiras e ter vários enfoques. Mas, antes de qualquer coisa, é preciso identificar seus principais adversários. Isso porque é preciso concentrar seus esforços nas empresas que realmente interessam.

Depois de montar uma lista de concorrentes, é hora de ir à atividade. Veja, a seguir, os pontos que não podem ser ignorados!

Produtos em destaque

É muito importante observar e identificar quais os produtos de destaque comercializados pelos seus concorrentes. Nesse caso, é interessante verificar se eles coincidem com os seus ou se podem substituí-los.

Preços praticados

Não há como fazer uma boa análise da concorrência sem verificar os preços praticados por ela. Por essa razão, é fundamental que você visite os pontos de vendas e verifique os anúncios e promoções divulgadas. Isso o ajudará a precificar seus produtos de maneira mais competitiva.

Sites e redes sociais

Na era digital, a presença nas redes sociais e na internet faz toda a diferença para o crescimento de um negócio. Sendo assim, não deixe de observar as técnicas usadas pelos seus concorrentes e investir no meio virtual.

Avaliações e comentários

Avaliações e comentários dos clientes da concorrência podem ajudá-lo a oferecer um serviço/produto mais adequado às demandas do mercado. Lembre-se de que é possível aprender muito com os erros e acertos de outras empresas.

Estratégias de marketing

Por último, não se esqueça de avaliar as estratégias de marketing dos seus concorrentes. Afinal, esse é um dos fatores que mais contribuem para a atração de novos clientes e ajudam a empresa a reforçar sua imagem e ampliar sua competitividade.

Qual a diferença entre análise de concorrência e cotação de preços?

Ao contrário do que muitos pensam, análise de concorrência e cotação de preços não são a mesma coisa. Na verdade, seus objetivos e processos são bem distintos e, por isso, é importante que você saiba diferenciá-los.

A análise de concorrência cuida de observar as estratégias, ações, preços e posicionamento dos concorrentes. Trata-se de um procedimento essencial para a condução do negócio, ajudando-o a se manter competitivo.

Vale a pena destacar que o objetivo não é copiar a concorrência. Os dados coletados servem de direcionamento para a empresa, garantindo que ela atue de maneira estratégica e entregue aos seus clientes experiências diferenciadas.

A cotação de preços é o procedimento que consiste em pesquisar, analisar e comparar os preços praticados pelos fornecedores e concorrentes. Ou seja, o foco é realizar análises dos valores de produtos e serviços semelhantes aos que você comercializa.

Essa prática permite que o negócio aumente sua competitividade e poder de barganha diante de uma concorrência cada vez mais qualificada. Lembrando que não basta cobrir um preço, é necessário pensar em maneiras de se diferenciar e convencer o consumidor a comprar, como boas ações de trade marketing.

Como fazer a cotação de preços por meio da tecnologia?

Como você viu, a cotação de preços nada mais é que a análise dos valores praticados pelos seus concorrentes. Nesse caso, você pode estar se perguntando: qual a melhor maneira de realizar esse procedimento?

Obviamente, sair de ponto em ponto anotando os preços manualmente não é a decisão mais estratégica e produtiva. Além de demandar tempo, o registro manual desses valores está sujeito a erros e prejudica o resultado.

Por esse motivo, a melhor estratégia é investir em tecnologia e executar esse processo de forma automática.

A CISS tem a ferramenta ideal para essa tarefa. O módulo Cotação de Preços de Concorrentes torna tudo mais simples, rápido e eficiente. Com ele, você acompanha de perto seus adversários e consegue fazer ajustes de preços mais coerentes, o que é essencial para suas vendas e resultados.

Confira, a seguir, algumas das principais funcionalidades desse recurso:

  • realiza lançamento de preços de concorrentes atacadistas e varejistas;
  • permite a visualização do percentual de diferença entre os valores praticados;
  • utiliza coletor de dados e importa essas informações para o sistema;
  • conta com vários filtros de pesquisas;
  • emite uma lista para coleta de preços dos concorrentes;
  • permite a realização da cotação de preços de vários concorrentes ao mesmo tempo;
  • garante a seleção de produtos em lote para a cotação de preços.

Enfim, a tecnologia da CISS pode ser sua maior aliada na hora de comparar preços e garantir que sua empresa seja mais atrativa para o mercado. Os relatórios e resultados obtidos são claros e precisos e facilitam sua tomada de decisão.

Neste post, você aprendeu um pouco mais sobre a análise de concorrência e conseguiu entender que ela é um pouco mais ampla que a cotação de preços, já que faz outras análises além dos valores praticados pelos seus concorrentes. Sendo assim, aproveite os conhecimentos adquiridos, invista em boas ferramentas e comece a acompanhar de perto as estratégias e os preços de seus concorrentes. Isso fará toda a diferença para o sucesso de seu negócio.

Gostou das dicas e informações? Então compartilhe este post em suas redes sociais e divida informações importantes sobre a análise de concorrência!