Em um mundo tão globalizado, em que as pessoas estão cada vez com menos tempo, ter uma boa gestão de vendas é uma das maneiras de ser imbatível para os concorrentes. Mas primeiro é preciso entender quais são as suas necessidades e os pontos positivos do seu time.

O departamento de vendas é responsável, em muitos casos, por estabelecer o primeiro contato com o cliente. É o ponto de comunicação que vai gerar parte dos recursos para a empresa investir em mais produtos, empregados, produção etc. Também pode ser considerado a voz e a imagem do seu empreendimento.

Uma pesquisa da Salesforce de 2018 identificou que 80% dos brasileiros acreditam que a experiência é tão importante quanto a qualidade dos produtos e serviços oferecidos por uma empresa. E 57% confirmaram que deixariam de contratar um negócio caso tivessem uma experiência melhor em outro local.

Nos dias de hoje, a venda não acontece somente na loja física. Pode se efetivar em uma rede social, por meio de um e-commerce ou a partir de uma propaganda boca a boca. Nesse contexto, preparamos o post de hoje para mostrar como a CISS pode ajudar seu time a ser mais eficiente e aumentar o consumo na sua loja. Continue com a leitura para conferir!

Alinhe o marketing com vendas

Para ter uma gestão de vendas eficiente, o negócio não pode contar apenas com o marketing. Esses dois setores precisam atuar simultaneamente e trabalhar de forma interligada, para que o trabalho seja em prol do aumento da produtividade e da conquista e manutenção de clientes. A falta de união pode ser considerada um atraso para o varejo que busca aumentar os lucros.

Toda venda precisa de um planejamento, mas isso começa com o marketing acompanhando as tendências e captando compradores por meio de ações que visam encontrar dados. Junto com esse trabalho, cabe a eles também fazer uma análise da concorrência.

Depois da captação das informações, elas devem ser compiladas em um só lugar, para que os vendedores façam o seu trabalho. E tudo deve circular livremente entre os dois setores. A forma mais fácil é investindo no CISSReport, que vai permitir que ambos os times tenham acesso às mesmas informações do estoque.

A ferramenta vai ajudar a identificar qual o interesse e a vontade dos clientes, com base no histórico de vendas e na movimentação dos produtos dentro do estabelecimento. Além disso, as duas partes vão conseguir perceber os resultados, criando uma ponte capaz de compartilhar objetivo, métricas e processos.

Faça gestão da equipe de vendas

Esse pode ser considerado um dos maiores desafios para um empreendedor. O primeiro ponto é mostrar para os colaboradores que a tecnologia é uma grande aliada para facilitar os processos e acompanhar indicadores que mostram a necessidade de ajustes para obtenção de melhores resultados.

Para ter bons números, é preciso compreender as dificuldades e saber como agir diante delas. Ao contar com um sistema ERP, o vendedor tem um contato mais próximo com o cliente, salvando dados, preferências e tendências dos consumidores. Essas informações ajudam a desenhar uma estratégia mais eficiente e precisa.

É importante também contratar funcionários com diferentes características e habilidades e aproveitar para que todas as etapas do processo de vendas sejam contempladas. É possível, por exemplo, identificar quem lida melhor com prospecção, negociação, manutenção etc.

Isso possibilita o aumento das vendas de produtos complementares e da taxa de conversão, contribui para a diminuição da rotatividade, melhora as margens de negociação e a rotatividade de estoque etc.

Tenha um atendimento diferenciado

A empresa sueca Better Business World Wide, divulgou uma pesquisa que indica que o vendedor brasileiro é considerado um dos menos simpáticos do mundo, perdendo apenas para os japoneses. Esse é um fator preocupante, já que a experiência é um fator determinante para o sucesso do seu negócio.

O acesso à informação está crescendo cada vez mais, deixando o mercado mais exigente e competitivo. E, para continuar se destacando, é preciso apostar em inovações que possam melhorar ainda mais a experiência do cliente antes, durante e após a venda.

No caso de um varejo, onde o consumidor não tem contato tão direto com os vendedores e, na maioria dos casos, pega seus produtos e vai ao caixa, enfrentar filas pode ser um problema e um fator de desistência. Com uma estação de autoatendimento, o cliente passa o produto e faz o pagamento ali mesmo, de forma autônoma, o que pode ser uma ótima forma de se destacar da concorrência.

Outro ponto que pode ser usado para melhorar o atendimento é usar a tecnologia para fazer o monitoramento do cliente a fim de identificar as suas necessidades e atuar de forma eficaz dentro da sua estação de trabalho, sem precisar se deslocar para fazer verificações ou mostrar a eficiência de algum produto.

Dessa forma é possível elaborar novas estratégias e ações personalizadas para aumentar as vendas de um determinado produto. Atendendo as necessidades do cliente, o seu negócio se destaca com um atendimento rápido, diferenciado e mais pessoal.

Monitore os resultados

Ao usar a plataforma do CISSPoder, as métricas podem ser facilmente acompanhadas e em tempo real. Como os relatórios são automáticos, as chances de erro são praticamente inexistentes. Além disso, as informações ficam muito mais fáceis de serem compreendidas, devido aos gráficos, imagens e textos mais elaborados.

Alguns indicadores-chave para planejar, executar e acompanhar os resultados gerados diante dos negócios são:

  • receita total;
  • índice de conversão;
  • número de vendas;
  • valor médio de cada venda;
  • lucratividade por vendedor;
  • quantidade de itens por venda etc.

Monitorar os resultados ajuda a compreender se a estratégia usada deu certo e no que é necessário estar focado para melhorar os números. E com a tecnologia isso fica mais fácil, pois, caso seja identificado algo que não está de acordo com o esperado, é possível voltar algumas etapas na estratégia e fazer as mudanças a tempo de tentar alcançar os objetivos.

Use a tecnologia a serviço da empresa

Com a tecnologia auxiliando, dificilmente vão faltar produtos para você atender o seu cliente. Graças a esse controle, o negócio consegue comprar melhor, baseado no histórico de venda de determinado produto, o que melhora o abastecimento da loja.

Ao usar uma plataforma que automatiza a coleta das informações, o gestor ou responsável pelas estratégias do estabelecimento fica mais atento ao que acontece à sua volta, captando informações que vão estabelecer metas mais específicas para cada setor. Ou seja, deixa as especulações de lado e trabalha com números e resultados mais concretos.

Com o software, também é possível fazer a emissão de notas fiscais que vão deixar o trabalho mais rápido e menos burocrático. Além disso, existe a possibilidade de acompanhar as vendas ou negociações em qualquer lugar, controlar as metas, determinar o percentual de comissão, economizar tempo com cálculos e alterar automaticamente os preços dos produtos e serviços.

Mas é muito importante que o empresário entre em contato com uma empresa especializada em trazer soluções para aumentar a competitividade do seu negócio. É o caso da CISS, responsável por desenvolver softwares de gestão que ajudam o setor de vendas a ter confiança e segurança nas informações e a buscar alternativas que possam alavancá-lo mais ainda.

Gostou do nosso conteúdo e acredita que ele pode ajudar outras pessoas a melhorar a gestão de vendas? Compartilhe este post em suas redes sociais e mostre para todos como ser cada vez mais eficiente!