A análise de fornecedores é indispensável ao sucesso do negócio. Por meio dela, verifica-se a capacidade que o parceiro comercial tem de atender às demandas da sua empresa. Um bom fornecedor oferece soluções vantajosas, possibilita tomadas de decisões operacionais acertadas e auxilia o empreendimento a otimizar os seus recursos.

A escolha correta dos fornecedores permite que a loja promova a sua posição perante o mercado e influencia a forma como os clientes se relacionam com a sua marca. Além disso, analisar com cautela o desempenho do fornecedor é uma das principais maneiras de aumentar os lucros e reduzir os riscos para o seu empreendimento.

Pensando nisso, preparamos algumas práticas que ajudarão a fazer uma boa análise de fornecedores. Continue a leitura e saiba mais sobre o assunto!

1. Conheça a ISO 9001:2015

Uma das maneiras de escolher corretamente o fornecedor é observar se ele conta com a certificação ISO 9001:2015. A norma — reconhecida internacionalmente e aplicável a qualquer organização — trata do Sistema de Gestão de Qualidade (SGQ) e o certificado concedido à empresa atesta sua competência em oferecer serviços e produtos de qualidade.

Além disso, pode-se dizer que a certificação ISO 9001:2015 aborda a capacidade da empresa de cumprir os requisitos legais e regulatórios e prover a satisfação de seus clientes, considerando-se os aprimoramentos de processo e as avaliações de conformidade.

2. Verifique o histórico da empresa

Para firmar uma parceria, é essencial conferir há quanto tempo o fornecedor está no mercado. Isso permitirá saber qual é a experiência dele, quais foram as operações realizadas e a quais clientes ele atende. No entanto, o tempo de mercado não deve ser o único critério. Afinal, muitas empresas jovens também são capazes de oferecer produtos e serviços satisfatórios.

Por isso, não basta analisar o histórico. O ideal é consultar como os clientes avaliaram o fornecedor. Aproveite a internet e visite o site da empresa, perfis nas redes sociais e sites de reclamações para ver como e em quanto tempo o empreendimento responde aos seus contratantes. Buscar parceiros que têm clientes com valores parecidos aos da sua empresa também é uma boa opção.

3. Analise as condições de entrega e os prazos

A entrega dos produtos está diretamente relacionada ao funcionamento do seu negócio. Isso significa que os prazos de entrega (e de pagamento) precisam ser compatíveis com o planejamento da sua empresa. Para garantir que o fornecedor conseguirá suprir as suas necessidades, ele precisa ter um número mínimo de produtos em estoque e oferecer boas condições comerciais e financeiras aos seus clientes.

Outro ponto importante se refere à organização. A empresa contratada deve dispor de medidas e instrumentos eficazes para assegurar o cumprimento dos prazos. A desorganização ou falta de comprometimento do fornecedor pode atrapalhar grande parte dos processos do seu empreendimento e, por consequência, impactar negativamente as vendas. Muitas vezes, um produto indisponível é uma venda perdida.

4. Atente-se à estabilidade financeira e ao cumprimento do acordo

O critério estabilidade financeira também faz parte da análise de fornecedores. Em geral, empresas com problemas orçamentários não são capazes de cumprir os acordos comerciais ou devolver as quantias pagas pelos seus clientes. Com isso, aumentam-se as possibilidades de disputas judiciais e, claro, geram-se custos.

Sempre que possível, solicite os balanços, números e outros dados do fornecedor antes de fechar um negócio. Essas informações podem demonstrar a capacidade de gestão e o posicionamento da empresa no mercado, assim como contribuir para a construção de uma relação de confiança e transparência.

5. Confira a capacidade de inovação e melhoria nos produtos

A competitividade do mercado e a utilização de recursos tecnológicos têm transformado todas as relações comerciais. Nesse cenário, um fornecedor diferenciado é aquele que tem a capacidade de se adequar à nova realidade e combinar sua experiência com as tendências do mercado e com o aumento na qualidade dos produtos.

Uma boa maneira de descobrir se o possível empreendimento parceiro se mantém atualizado é observar como a tecnologia é incorporada à sua rotina de trabalho, qual o fomento à inovação, como ele lida com as mudanças e qual o seu conhecimento sobre o novo perfil do consumidor.

6. Avalie a facilidade na negociação

A comunicação entre fornecedor e empresa é parte essencial de uma boa relação de negócios. Por isso, é muito importante saber quais são os canais mais utilizados pela fornecedora. Feito isso, é hora de analisar qual o nível de flexibilidade nas negociações e como ela lida com problemas, reclamações e demandas.

A facilidade de negociação está relacionada à capacidade de diálogo, mas também à forma como a empresa e seus representes comerciais oferecem soluções para a sua loja, como prazos e preços vantajosos. Quanto maior a facilidade na negociação, melhor será a parceria.

7. Observe o rigor ético e a idoneidade dos parceiros comerciais

Além das questões econômicas e operacionais, uma análise de fornecedores eficaz é aquela que não deixa de lado os aspectos éticos e legais. Para evitar transtornos, o cumprimento da legislação por parte do fornecedor é condição inegociável.

Ele deve se manter em dia com as suas responsabilidades tributárias, trabalhistas, sociais e ambientais. Empresas que descumprem a legislação e que têm preceitos éticos duvidosos podem colocar em risco o seu funcionamento. Afinal, tanto a orientação ética quanto o respeito às leis são indicativos da confiabilidade do fornecedor.

As relações de negócios mais viáveis costumam ser estabelecidas quando as partes envolvidas compartilham valores. Uma empresa que zela pela qualidade, por exemplo, pode ter problemas ao escolher um negócio em que a prioridade é apenas o cumprimento dos prazos. Busque conhecimentos sobre os ideais e sobre a missão da empresa.

Essas são as principais práticas de análise de fornecedores. Certamente, seguir atentamente cada uma dessas dicas ajudará a sua loja a encontrar bons parceiros comerciais, estabelecer relações duradouras e vantajosas. Com isso, sua empresa poderá atender com qualidade às demandas dos clientes, ampliar a experiência positiva de compra e aumentar os lucros.

Está em busca dos melhores fornecedores? Entre em contato conosco e confira quais soluções podemos oferecer para a sua loja!