A pandemia do Covid-19 ocasionou uma corrida dos consumidores aos supermercados em busca de produtos essenciais de alimentação e higiene. A maioria das pessoas estava com medo dos impactos e de como seria a relação entre logística e coronavírus, que poderia causar a falta de itens nas prateleiras.

O assunto é preocupante para diferentes setores e já é motivo de reuniões entre os Ministros da Agricultura dos países da América do Sul. O objetivo é instituir normas de controle e higiene dos produtos comercializados, garantindo o abastecimento em todas as regiões.

Quer entender um pouco mais sobre a relação entre logística e coronavírus e os impactos da pandemia no abastecimento de produtos? Continue a leitura!

A relação entre logística e coronavírus

Os consumidores ainda estão preocupados com o risco de desabastecimento de produtos básicos de alimentação e higiene, principalmente depois que muitos estados determinaram o fechamento de quase todos os estabelecimentos comerciais. Isso provocou a parada na produção de produtos e serviços, que indiretamente podem impactar o abastecimento de supermercados.

A Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (ABIA) já divulgou notas informando que o abastecimento está normal em todas as regiões do país. Inclusive, orientou os supermercados sobre a importância de aumentar o abastecimento de mercadorias para deixar os clientes mais tranquilos.

Alguns supermercados do país também passaram a transmitir informações aos consumidores que estão dentro das lojas, reafirmando que o abastecimento está normal e que não vão faltar produtos.

Como incentivar o consumo consciente durante o coronavírus

É papel do gestor do supermercado encontrar maneiras de tranquilizar os seus clientes e garantir o abastecimento das mercadorias nas prateleiras. Para auxiliar nesse processo, separamos algumas dicas. Confira-as!

Limitação de quantidade de produtos

Uma medida simples e que pode ser adotada no supermercado é a limitação da quantidade de produtos adquiridos por cada cliente — principalmente quando eles estão relacionados aos itens básicos da alimentação e higiene, como arroz, feijão, papel higiênico, alvejante e desinfetante.

Isso é importante para evitar que as mercadorias sumam de uma hora para outra das prateleiras, impedindo que o repositor consiga organizá-las novamente. Prateleiras vazias criam a sensação de que estão faltando produtos, e essa não é a realidade.

Controle do fluxo de pessoas

Outra ação que vai ajudar a controlar o abastecimento é o controle da quantidade de pessoas que entram no local. Ao limitar o número, você deixa mais espaço para a circulação e evita aglomerações — o que também faz parte das medidas indicadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Além disso, o controle de pessoas evita o rápido esvaziamento das prateleiras e dá tempo para que haja uma reposição dos itens que estão no estoque.

Oferta de compras online

A tecnologia também é uma importante aliada no combate ao coronavírus. Procure disponibilizar ferramentas para compra online das mercadorias, pois isso evita o deslocamento de pessoas até o estabelecimento e as aglomerações.

As vendas online facilitam o controle e a organização do estoque, uma vez que a equipe consegue organizar as entregas e registrar os itens que estão faltando. Além disso, o delivery de supermercado também podem aumentar o faturamento do estabelecimento, já que muitas pessoas ainda estão com medo de sair de casa e dão prioridade aos negócios que fazem entregas a domicílio.

As estatísticas já comprovam essa mudança no comportamento do consumidor. Uma pesquisa feita pela Ebit/Nielsen identificou que, entre os dias 19 e 25 de março, houve um crescimento de 13% nas compras digitais. Não dá para ignorar esses dados, certo? Grandes redes até precisaram ampliar o prazo de entrega para dar conta de todos os pedidos.

Como vender online? Muitas plataformas de gestão de supermercado já fazem a integração com ferramentas de vendas online. Assim, você controla tudo no mesmo ambiente, identifica os produtos que têm mais saída e consegue organizar os próximos pedidos de compra.

A conexão entre os sistemas ainda facilita o atendimento ao cliente e a identificação do perfil de compra de cada indivíduo. Essas informações podem auxiliar a criação de ações específicas de marketing, com ofertas exclusivas para cada consumidor.

Logística das vendas online

Ao implementar os serviços de vendas pela internet e entrega em domicílio, é essencial ter um controle ainda mais rígido do seu estoque e do serviço logístico. Para que isso aconteça, designe algumas pessoas para cuidar exclusivamente dos pedidos online, da organização dos itens e da entrega.

Esse controle é essencial para evitar que as mercadorias refrigeradas fiquem muito tempo fora da geladeira, por exemplo — o que pode gerar problemas de saúde para o cliente.

Cuidados redobrados com a higiene

Um aspecto importante que precisa fazer parte de todo o processo do supermercado — desde o recebimento dos produtos até a entrega final — é o cuidado extra com a higiene. O ambiente precisa passar por uma limpeza frequente para evitar a contaminação ou a permanência do vírus dentro da loja.

Também é aconselhável o uso de máscaras de pano por todos os colaboradores, uma vez que isso gera proteção para eles e para os clientes. Além disso, é preciso recomendar que os funcionários lavem as mãos com sabão várias vezes ao dia e, quando não for possível, utilizem álcool gel.

Para os casos de entrega de mercadorias, é importante que esses cuidados sejam estendidos até a casa do consumidor. Solicite que os colaboradores utilizem luvas, máscaras e álcool gel durante a entrega. Também é indicado solicitar o pagamento digital por meio de aplicativos ou com máquinas de cartão higienizando logo em seguida.

Esses são cuidados simples, mas que podem fazer toda a diferença no combate ao coronavírus e transmitir confiança ao consumidor em relação ao seu supermercado.

As medidas beneficiam os supermercados — que podem vender mais — e os consumidores — que têm segurança e garantia de que vão encontrar os produtos. Adote medidas de higiene ao manusear os produtos, controle a entrada de pessoas no supermercado e administre bem a logística e coronavírus.

Ao gerenciar bem o seu estoque, controlando a entrada e a saída de produtos, é possível manter as prateleiras cheias e transmitir tranquilidade aos clientes. Além disso, este pode ser um momento oportuno para inovar e realizar vendas pela internet.

Gostou das dicas deste artigo? Aproveite para compartilhar essas ideias com sua equipe por meio das redes sociais!

Compartilhar