A transformação digital já é uma realidade no dia a dia das pessoas e das empresas. Sem dúvidas, ela nos proporcionou grandes avanços, porém, temos à frente algo muito mais moderno e inovador: a cadeia de suprimentos 4.0!

O conceito pode parecer estranho para muitos empresários, mas ao longo deste post provaremos o quanto essa tendência tem a contribuir com o crescimento de seu negócio.

Ficou curioso? Aproveite a oportunidade de conhecer melhor esse processo e entender seus impactos!

O que é a cadeia de suprimentos 4.0?

A cadeia de suprimentos 4.0 é a evolução da supply chain, totalmente adepta ao uso de recursos tecnológicos e ao incentivo de ideias inovadoras frente aos desafios existentes desde a fabricação de um produto até sua entrega ao consumidor final.

Depois da indústria 4.0 e da logística 4.0, esse é o momento da cadeia de suprimentos se modernizar em busca de processos mais ágeis e seguros.

Portanto, sempre que você ouvir falar nesse conceito, imagine uma gestão baseada em softwares e tecnologias. A ideia é automatizar processos e substituir antigas metodologias por outras mais eficientes e vantajosas.

O que muda na cadeia de suprimentos 4.0?

Conforme dissemos, a cadeia de suprimentos 4.0 é a evolução da antiga cadeia de suprimentos. Mas na prática o que mudou?

Em resumo, os processos da indústria 4.0 não ficaram restritos ao ambiente da manufatura e trouxeram muitas mudanças à tradicional gestão de supply chain. Dentro da ideia de transformação digital, muitos avanços podem ser percebidos, como:

  • forte automação de processos;
  • uso da computação em nuvem;
  • emprego da internet das coisas (IoT) e da inteligência artificial;
  • aplicação do Big Data.

Nesse contexto, um dos pontos mais marcantes é a mudança de entendimento sobre o uso de dados. Agora, eles fazem parte da gestão da cadeia de suprimentos e são amplamente utilizados para corrigir falhas logísticas e evitar rupturas e excessos de produtos nas empresas.

Essa nova fase se apoia na tecnologia para se aperfeiçoar e, por isso, conta com inúmeros recursos tecnológicos, como os sistemas de gestão e softwares para diversas finalidades. Tudo isso, permite a criação de cadeias robustas e com empresas de diferentes setores e portes em prol da satisfação do cliente.

Qual é a importância da cadeia de suprimentos 4.0 na indústria?

Sempre que novas tecnologias e metodologias ganham espaço no mercado, diferentes áreas são impactadas. Mas no que se refere à cadeia de suprimentos 4.0 é interessante destacar sua relevância para a indústria.

Com o melhor aproveitamento dos dados e a realização de análises mais rápidas e precisas, a indústria vem conseguindo atuar de forma muito mais estratégica. Ela se aproximou dos varejistas e distribuidores e consegue manter sua produção equilibrada com as demandas de consumo em tempo real.

Em outras palavras, a inteligência dos dados entrega ao setor poderosos insights, o que elimina desperdícios, equilibra a produção e facilita a aplicação do conceito de logística reversa, por exemplo.

Nesse cenário, não há dúvidas de que as informações sobre o consumo dentro das lojas, sejam elas grandes ou pequenas, ajudam os gestores a se planejarem melhor. Esses benefícios são vitais para a competitividade do negócio, inclusive do varejista, que conseguirá repor os produtos nas gôndolas no tempo e quantidade adequados.

Diante disso, podemos citar algumas tendências tecnológicas que estão sendo responsáveis por todos esses avanços e resultados dentro da indústria:

  • sistemas de gerenciamento de armazém (WMS);
  • sistemas de gestão de transporte (TMS);
  • identificação de produtos por radiofrequência;
  • inteligência artificial na análise dos dados.

Quais são os principais benefícios da cadeia de suprimentos 4.0?

A tecnologia é uma grande aliada dos empresários, independentemente do porte ou do segmento de atuação de seu negócio. Por esse motivo, não é difícil encontrarmos os benefícios da cadeia de suprimentos 4.0.

O uso inteligente de novas ferramentas e da ciência de dados permite que a indústria e as demais empresas envolvidas na cadeia de suprimentos desfrutem de importantes avanços. Confira!

Redução de custos

A redução de custos é um dos benefícios mais expressivos da cadeia de suprimentos 4.0 e se concretiza graças à utilização dos dados e de softwares que cuidam da integração de setores e informações.

Quer entender melhor? Imagine que seu negócio vendeu uma quantidade de um determinado produto de uma marca. Esse dado é coletado no PDV e compartilhado entre todos os elos da cadeia, o que ajuda a indústria a ajustar sua produção e o fornecedor a entregar mais mercadorias no tempo certo, por exemplo.

Na prática, isso eliminará desperdícios e deixará o processo mais eficiente, uma vez que não existirão excessos ou rupturas nos estoques.

Otimização de espaço

Graças à cadeia de suprimentos 4.0, a indústria e o varejo conseguem se comunicar e executar suas ações com o foco na satisfação do cliente, o que permite um melhor dimensionamento do estoque necessário para operar.

Assim, se a indústria não produz mais do que precisa e o varejo não compra em excesso, o espaço disponível em estoque pode ser aproveitado com mais eficiência.

Atendimento de qualidade

O consumidor moderno não deseja apenas um local para comprar seus produtos preferidos, e sim uma verdadeira experiência de compra. Diante disso, muitos negócios já estão investindo na integração entre o físico e o digital — mais um benefício da era 4.0.

Para isso, há várias maneiras de cativar o cliente e proporcionar um atendimento de qualidade. Com os dados à sua disposição e com planejamento, você pode investir em um e-commerce e na possibilidade de comprar online e retirar na loja física.

Utilização do Big Data

Com os avanços experimentados, todos os dados gerados diariamente pelas empresas que fazem parte da cadeia de suprimentos passam a ter importância. Agora, eles são transformados em oportunidades e insights para transformar os resultados alcançados.

O Big Data ajuda a entender o comportamento do consumidor, as necessidades do mercado e o tempo médio de reposição dos estoques. Dessa forma, os gestores conseguem planejar e tomar decisões mais coerentes e vantajosas.

Personalização de produtos

Por fim, precisamos destacar que o consumidor é beneficiado com a personalização dos produtos. Ou seja, mesmo com os investimentos em aumento de produção, as empresas conseguem entregar itens customizados e relevantes para o seu público.

Essa situação só é possível porque máquinas e softwares coletam dados, analisam comportamentos e conseguem oferecer ao cliente exatamente o que ele precisa, tornando sua experiência ainda mais satisfatória.

O que achou da cadeia de suprimentos 4.0? Seu negócio já está pronto para aproveitar todas as vantagens apresentadas e se destacar no mercado? Não há dúvidas de que a tecnologia faz parte do processo evolutivo do universo empresarial, por isso não deixe de investir em inovação e melhoria dos seus processos. Os resultados alcançados mostrarão que essa é a melhor decisão!

Você sabia que a CISS também está nas redes sociais? Curta a nossa página no Facebook, LinkedIn e no Twitter e acompanhe de perto as melhores tendências e novidades para sua empresa!