Quem não é visto não é lembrado, não é mesmo? Por isso, a sinalização de PDV é uma estratégia essencial para as vendas em um supermercado, pois garante que o cliente tenha acesso a todas as informações de que precisa para concluir a compra.

Você tem dúvidas sobre esse método e quer aprender algumas técnicas para sinalizar melhor o seu ponto de vendas, tornando-o mais atrativo? Então, acompanhe este post até o final!

A importância de sinalizar seu ponto de vendas

Imagine a seguinte situação: o consumidor vai até o seu supermercado em busca de uma água sanitária, de uma vassoura e de um pacote de macarrão. Ao chegar no local, não há qualquer sinalização que o ajude a encontrar o que precisa e ele acaba perdendo tempo entre os corredores.

Se você se colocar no lugar desse cliente, perceberá que a situação é desagradável e gera impaciência. Em muitos casos, é possível que a pessoa até desista da compra, especialmente se estiver com pressa.

De outro modo, quando o local é bem sinalizado, a experiência de compra proporcionada ao público é muito mais satisfatória. Além de ter acesso aos dados necessários para fazer as compras, ele é estimulado a levar novos produtos.

Lembrando que diversos aspectos podem influenciar nessa sinalização: desde a escolha da cor à colocação de cartazes informativos.

Em resumo, a grande maioria das informações que chegam ao nosso cérebro são provenientes do sentido da visão. Somos seres visuais e um varejista precisa entender essa questão e melhorar a estética e organização de seu negócio se quiser faturar mais.

As melhores dicas de sinalização de PDV

Para fazer o seu supermercado crescer não basta abrir as portas e contar com bons fornecedores. A sinalização de PDV é fundamental para suas vendas e, agora, você conhecerá algumas técnicas infalíveis.

É importante destacar que a maioria das estratégias não exige grandes investimentos. Pelo contrário, com poucos recursos e habilidades de observação, é possível transformar o ambiente, deixando-o muito mais convidativo. Confira!

Escolha bem as cores utilizadas na loja

As cores têm poder! Um estudo conhecido como Psicologia das cores demonstra que as empresas podem aproveitar a influência das cores para atraírem a atenção de seus clientes e estimularem a compra.

De acordo com essa técnica, nosso cérebro reage de maneiras diferentes às informações visuais captadas e as cores são capazes de gerar emoções positivas ou negativas. Por isso, é importante entender essa relação antes de sinalizar o seu ponto de venda.

Um bom exemplo é a confecção de cartazes que anunciam promoções em tons de vermelho, cor que desperta confiança e chama a atenção do consumidor. Já o laranja é estimulante e pode se encaixar perfeitamente próximo de produtos destinados às compras por impulso.

Garanta uma boa iluminação

Um ambiente mal iluminado pode prejudicar consideravelmente suas vendas. Afinal, isso transmite uma sensação negativa e dificulta a visualização dos produtos nas gôndolas.

Durante a escolha do ponto comercial, é importante avaliar se existe a incidência de luz natural no ambiente — o que pode gerar economia — e se a localização e a quantidade de lâmpadas e luminárias é suficiente.

Garanta que o local seja totalmente iluminado, especialmente no período noturno. O cliente deve conseguir transitar pelos corredores de maneira confortável, localizando com rapidez tudo o que precisa.

Espalhe cartazes indicativos no ponto de venda

Facilite a vida do seu consumidor e espalhe cartazes indicativos pelo supermercado. É possível, por exemplo, sinalizar os corredores por categorias, como limpeza, frios, hortifruti, padaria, laticínios e congelados.

Com um investimento baixo você organizará melhor o ambiente, garantindo o deslocamento do consumidor entre os corredores e facilitando a compra.

Deixe os preços sempre visíveis

Não colocar o preço próximo ao produto é um dos erros mais cometidos por donos de supermercados. Seja por falta de gestão ou desconhecimento, muitos acabam ignorando o impacto negativo desse descuido em sua rentabilidade.

Em geral, se o consumidor não encontra o valor da mercadoria pode desistir da compra. Por outro lado, se ele visualiza essa informação com facilidade, pode fazer as comparações e tomar a decisão com mais agilidade.

Aposte na hierarquia dos produtos

Você já ouviu falar em hierarquia dos produtos? Trata-se de uma técnica de marketing muito interessante e que ajuda a sinalizar e estimular seus clientes a comprarem mais itens. De maneira resumida, existem 7 níveis de hierarquia:

  1. família de necessidade — sustenta a existência de um grupo de produtos;
  2. família de produtos — pode satisfazer a necessidade com eficácia;
  3. classe de produtos — presentes na família com as quais têm uma relação;
  4. linha de produtos — produtos dentro da classe de família que são similares e estão na mesma faixa de preços;
  5. tipo de produto — grupo de itens dentro da linha de produtos
  6. marca — nome associado ao produto;
  7. item — é uma variante do produto, tendo preço ou tamanho diferente, por exemplo.

A tecnologia em cartazes: uma técnica de sucesso para sua empresa

Sempre destacamos que a tecnologia desempenha um papel importante no cotidiano empresarial. Quando o assunto é sinalização de PDV, a história não é diferente!

É possível aproveitar inúmeros recursos tecnológicos para personalizar e organizar seu supermercado, garantindo uma experiência de compra muito mais interessante e estimulante aos seus clientes. Alguns exemplos interessantes são:

  • displays eletrônicos espalhados pela loja, informando promoções;
  • terminais de consulta de preços;
  • pontos de autoatendimento;
  • letreiros luminosos destacando fachada e categorias.

A sinalização de PDV pode otimizar suas vendas. Em um mercado tão concorrido, o empresário precisa investir em aspectos que podem ajudar a atrair olhares e convencer o cliente a comprar.

Conforme visto, o elemento visual tem um forte impacto na jornada do consumidor e um supermercado deve usar isso a seu favor. Por isso, agora que você já entendeu a importância dessa técnica e aprendeu algumas boas práticas, basta colocá-las em prática em sua empresa.

Gostou das dicas apresentadas? Que tal compartilhar este post com seus amigos nas redes sociais? Dessa maneira, você nos ajuda a divulgar este post e o nosso blog!