Pesquisar
Close this search box.

Gestão de pessoas: como contratar, treinar e reter profissionais qualificados?

“Você precisa falar com o RH”. Quem nunca ouviu essa expressão? Embora muitos ainda acreditem que a gestão de pessoas e a equipe de recursos humanos sejam a mesma coisa (o que não é verdade), o fato é que a confusão é perfeitamente natural. Afinal, ambas estão diretamente conectadas.

A equipe de recursos humanos, ou simplesmente RH, corresponde ao grupo de colaboradores responsáveis por estabelecer as pontes necessárias entre a empresa e a totalidade de seus funcionários. Por sua vez, a gestão de pessoas é o conjunto de técnicas e metodologias utilizadas nesse processo. 

Do primeiro contato com a empresa até o final de sua contribuição, um colaborador é impactado pela gestão de pessoas. Sendo assim, a eficiência desse setor é fundamental para a qualificação da equipe e por sua motivação e alinhamento com os objetivos estratégicos da estrutura na qual está inserido.

Não é tarefa fácil. Gerir pessoas é um desafio diário, sobretudo em segmentos marcados pelo alto dinamismo e competitividade — como é o caso do varejo.

Por isso, no artigo de hoje, apresentaremos algumas técnicas e estratégias para contratar, treinar e reter profissionais, por meio da gestão de pessoas. Vamos nessa?

Contratação de profissionais qualificados

A porta de entrada de todo e qualquer profissional em uma empresa também é o primeiro grande desafio da gestão de pessoas. A contratação de profissionais qualificados requer esforços minuciosos, que vão muito além da simples busca por especialistas experientes com um belo currículo. Por isso, algumas técnicas são essenciais e precisam ser consideradas nesta etapa. Vamos dar uma olhada?

Elaborar descrições de trabalho eficazes

Ao anunciar uma vaga de emprego, o famoso “Job Description” (ou descrições do trabalho, no bom português), deve conter tudo o que o candidato precisa saber. 

De forma direta e de fácil entendimento, os recrutadores devem comunicar a oportunidade de forma transparente e com o máximo de detalhes — sem abandonar o caráter de atratividade, essencial para que o anúncio possa se destacar em meio a tantos outros. 

A eficácia da descrição é fundamental para realizar o primeiro filtro na prospecção de novos funcionários, excluindo organicamente do processo aqueles que não se identificarem integralmente com a vaga.

Usar plataformas de recrutamento

Plataformas de recrutamento são ótimas para quem busca facilitar o processo de divulgação das vagas, automatizando as etapas de recebimento e triagem das candidaturas. Além disso, o uso de tais plataformas permite a ampliação do alcance, fator que aumenta, significativamente, as chances de encontrar candidatos com maior aderência à vaga divulgada. 

Veja abaixo as 5 plataformas de recrutamento mais populares do Brasil em março de 2024:

Importante: a lista acima não corresponde, necessariamente, às melhores ferramentas de recrutamento disponíveis no mercado brasileiro. O parâmetro utilizado foi o de popularidade, com base em volume de buscas, acessos e vagas disponíveis. Além dessas, há uma série de plataformas disponíveis, cada qual com características e diferenciais distintos. Vale observar individualmente para definir qual atende com mais precisão às necessidades da empresa. 

Valorizar a marca empregadora

A credibilidade de uma empresa enquanto marca empregadora também é essencial na contratação de profissionais qualificados. A cada dia que passa, mais criteriosos os profissionais se tornam, buscando sempre informar-se sobre o perfil da empresa e como ela lida com os seus funcionários.

Os meios de verificação utilizados pelos profissionais são os mais variados e, hoje, graças à tecnologia, é possível avaliar com rapidez e precisão se uma empresa possui ou não uma boa imagem enquanto marca empregadora. Logo, para dar solidez à marca, são necessários um conjunto de ações, como ações de marketing, responsabilidade sócio-ambiental e uma excelente comunicação interna. 

2 dicas que você não pode deixar passar

Como dito anteriormente, nem só de experiência e um bom currículo é feito o candidato ideal para a sua empresa. A seleção dos profissionais também precisa:

  • Considerar valores pessoais e a cultura da empresa: verifique se o candidato possui valores pessoais compatíveis com a cultura defendida pela empresa. Este aspecto minimiza muito os riscos de conflitos e a alta rotatividade (turnover) no seu negócio. 
  • Variar os métodos de entrevista e seleção dos profissionais: quais etapas o processo seletivo do seu negócio aplica ao candidato? Sempre verifique a eficácia das etapas de acordo com a posição oferecida. Métodos de seleção personalizados tendem a ser muito mais assertivos na busca pelo profissional ideal!

Treinamento e desenvolvimento das equipes pela gestão de pessoas

Contratou um novo colaborador? Ótimo! Agora chegou a hora de capacitá-lo e desenvolvê-lo. 

Muitas empresas pecam em esperar que o novo colaborador apresente um automático grau de integração e aderência à vaga. É importante observar que toda nova jornada profissional possui uma curva de aprendizado, independente da qualificação do contratado, e é papel da empresa garantir que esse processo ocorra de forma produtiva e saudável. 

Para que isso seja possível, algumas estratégias podem ser aplicadas. Veja a seguir.

Realização de treinamentos de ponta a ponta

Além de estimular o colaborador a adaptar as habilidades que já possui, os treinamentos também são fundamentais para que ele adquira novas competências, alinhadas às atividades que ele irá executar na sua empresa.

Por isso, estabelecer processos de treinamento de ponta a ponta — ou seja, desde a fase inicial de integração — é de extrema importância. Onboardings, treinamentos para ações extraordinárias e até mesmo a concessão de cursos de desenvolvimento são apenas algumas das ações que podem ser implementadas neste processo. 

Aplicação de programas de treinamento personalizados

Cada indivíduo possui competências exemplares e pontos de desenvolvimento, certo? Com os funcionários de uma empresa não é diferente. 

Por isso, uma das ações que ampliam a qualificação dos profissionais é a realização de programas de treinamento personalizados. Por meio de uma avaliação regular, as lideranças de cada equipe podem instituir processos para contribuir com a evolução dos seus liderados. Nessas avaliações, é importante observar quais são os pontos nos quais o profissional se destaca no dia a dia, e quais ações podem ser otimizadas. Assim, um programa individual é criado, com ações, metas e prazos bem definidos. 

É importante destacar que esses programas não devem transparecer um viés punitivo. Ou seja, os profissionais precisam estar tranquilos e conscientes de que tais mobilizações são, sobretudo, para sua própria evolução — e que nenhuma punição decorrerá desse processo.


Leia também: Planejamento Orçamentário: Como fazer o seu para 2024?: Gestão de pessoas: como contratar, treinar e reter profissionais qualificados?

Retenção de talentos

Profissionais contratados e treinados? Agora temos um dos maiores desafios de uma empresa, principalmente no setor varejista: manter os profissionais em nossa equipe.

O fato é que o mercado está cada vez mais competitivo, e bons profissionais são extremamente disputados. Sem um plano de retenção sólido, a tendência é perder os colaboradores qualificados para concorrentes, não importa o quanto sua equipe de gestão de pessoas tenha se empenhado nos processos de contratação e treinamento. 

Felizmente, também há estratégias bem definidas de retenção que, certamente, ajudarão bastante a aumentar a retenção e reduzir o turnover do seu negócio. Vamos dar uma olhada?

Reconheça o desempenho e o potencial dos seus colaboradores

Reconhecer o trabalho dos colaboradores parece simples, mas é extremamente efetivo para garantir a satisfação e, consequentemente, a vontade deles em permanecer como parte do time.

Além das vantagens tangíveis, como uma remuneração atraente e demais benefícios empregatícios, todo funcionário gosta — e merece — ser valorizado e respeitado. Tais cuidados são verdadeiros pilares do bem-estar e da lealdade em um ambiente de trabalho, e devem ser levados a sério em qualquer estratégia de retenção.

Ofereça oportunidades de crescimento e de aprendizagem

Uma boa forma de trabalhar pela retenção dos colaboradores é por meio de planos de crescimento, tanto pessoal quanto profissional. Por isso, estabeleça uma política bem definida de crescimento interno, com planos de carreira atrativos e realizáveis. 

Além disso, sempre busque dispor de alternativas de estímulo à aprendizagem da sua equipe, seja por meio de cursos e workshops online, ou até mesmo possibilitando ao colaborador participar de palestras, mentorias e outras atividades presenciais

Tais ações, com certeza, farão o profissional enxergar o seu trabalho como um lugar sólido e rico em oportunidades. 

Proporcione um ambiente de trabalho saudável e positivo

Quer um dado importante? Segundo pesquisa realizada em 2023 pela ISMA-BR (International Stress Management Association no Brasil), 72% dos brasileiros afirmaram estar estressados no trabalho

Esse dado é extremamente relevante para o assunto desse artigo, afinal, com um índice tão alto de ambientes de trabalho nocivos à saúde mental dos trabalhadores, ir na contramão pode ser a solução.

Fomentar um ambiente de trabalho dinâmico, porém agradável, pacífico e leve, pode ser crucial para garantir a retenção dos seus colaboradores. Afinal, o receio de deixar um ambiente que preza pela saúde mental é um forte ponto de decisão nos dias atuais. 

Gestão de pessoas no varejo: um diferencial competitivo

Viu como este assunto é amplo e importante? Não à toa, a gestão de pessoas tem evoluído tanto nos últimos anos, sofrendo transformações disruptivas no comparativo com o cenário das últimas décadas.

Em um cenário no qual a qualificação é imprescindível para a obtenção de bons resultados, e que a competitividade só tende a crescer, investir em gestão de pessoas é investir no sucesso do seu negócio. Em meio a tantos diferenciais possíveis para uma empresa se destacar, esse parece ser um ponto chave da nossa geração. E das que ainda estão por vir. 


E aí, gostou deste artigo e quer saber mais sobre gestão para o varejo? Acesse a página principal do nosso blog, selecione o segmento de seu interesse e cadastre-se agora para começar a receber conteúdos selecionados da CISS gratuitamente. Até a próxima!

Pesquise no blog da CISS
Pesquisar
Artigos recentes​
Inscreva-se

Quer receber dicas de gestão exclusivas gratuitamente?

Para saber mais sobre como a CISS coleta, utiliza, compartilha e protege seus dados pessoais, leia a Política de Privacidade da CISS.

Compartilhe:
Você poderá gostar também:

Segue a gente :)