Pesquisar
Close this search box.
Imagem de um notebook aberto com elementos gráficos representando um ERP em nuvem

ERP em nuvem vs. on-premise: qual escolher?

Quem acompanha o nosso blog sabe: os ERPs são ferramentas fundamentais para assegurar a eficiência na gestão de qualquer negócio. Ao integrar todos os processos em um único sistema, o ERP permite aos gestores observarem suas operações de forma unificada e em tempo real. Por isso, a escolha  entre um ERP em nuvem e um ERP on-premise pode impactar a eficiência do seu negócio de forma bastante significativa. 

No artigo de hoje, iremos apresentar um pouco sobre cada um desses dois tipos, quais são suas principais vantagens e traremos algumas pistas sobre qual se adequa melhor a determinados tipos de negócios. Preparado? Então vamos lá!

O que é ERP em nuvem?

Vamos começar por algo que, embora pareça óbvio, apenas agora começa a se configurar como realidade incontestável: o Brasil já é um país massivamente digital. 

Basicamente, um ERP em nuvem é um sistema de gestão hospedado em servidores remotos. Ou seja, ele é 100% online e acessível por meio da internet. Do mesmo modo que você acessa qualquer plataforma na web ou aplicativo para dispositivos móveis, com o ERP em nuvem basta ter conexão com a internet, realizar um login no sistema do seu ERP e pronto: tudo estará a sua disposição, sem precisar realizar nenhuma ação no servidor interno da sua empresa.

O ERP em nuvem, por sua própria natureza, oferece benefícios importantes, como baixos custos iniciais, potencial de escalabilidade e, é claro, a vantagem de poder ser acessado de qualquer lugar, a qualquer momento. Tais vantagens oferecem uma flexibilidade significativa e permite que toda a equipe de um determinado negócio atue com maior rapidez e eficiência. 

Além disso, o caráter remoto de um ERP em nuvem permite ao gestor concentrar-se prioritariamente nas atividades estratégicas do seu negócio — sem sofrer dores de cabeça com problemas de TI. Afinal, toda a manutenção e atualização do seu ERP estará sendo gerida pelo provedor que o hospeda. 

No entanto, a maior virtude do ERP em nuvem também pode ser sua maior desvantagem. Pois, uma vez que ele é disponibilizado remotamente, você poderá sentir que possui um controle menor sobre a ferramenta e estará sempre suscetível às instabilidades naturais de sua conexão com a internet.


Saiba Mais: ERP para expansão de franquias: conheça o CISSLive


O que é ERP on-premise?

Aqui não tem mistério algum. Se o ERP em nuvem é hospedado por um servidor externo, o ERP on-premise é o sistema de gestão empresarial instalado no servidor da própria empresa.

Nesse caso, há vantagens óbvias, como o controle total dos processos e dos dados armazenados no sistema, além da possibilidade de adequação de módulos do ERP para adaptar-se precisamente às necessidades do negócio.

Por outro lado, normalmente o ERP on-premise requer um maior investimento inicial — pela provável necessidade de adquirir hardwares para hospedagem do sistema — além da manutenção e a atualização de sistema, fato que, muitas vezes, acaba por exigir a contratação de uma equipe de TI dedicada a atender tais atividades.


Saiba mais: SPED Fiscal: entenda como o CISSPoder ajuda você


Comparação entre ERP em nuvem e on-premise

Que tal darmos mais visibilidade às diferenças entre os dois ERPs? Embora existam claras distinções, sempre há a possibilidade de não lembrarmos ao certo qual sistema de gestão mais se adequa às nossas necessidades. Pensando nisso, fizemos uma comparação básica entre os dois tipos de ERP para facilitar a sua escolha! Dê uma olhada:

CaracterísticasERP em nuvemERP on-premise
AcessibilidadePode ser acessado de qualquer lugar.Só pode ser acessado dentro da rede da própria empresa.
Custo inicialMais baixo, pode seguir um modelo de assinatura.Mais alto, por exigir investimento para instalação.
ManutençãoGerenciada pelo provedor do serviço. Gerenciada pela própria empresa.
ImplementaçãoMais rápido. Mais longo.
SegurançaGerenciada pelo provedor.Gerenciada pela empresa.

Como escolher entre ERP em nuvem e on-premise

Embora pareça ser algo clichê, a resposta aqui é verdadeira: depende muito.

Para realizar a escolha do ERP ideal para o seu negócio, seja em nuvem ou on-premise, é preciso considerar uma série de fatores, como o tamanho do empreendimento, o segmento de mercado no qual ele está inserido, os requisitos de tecnologia exigidos e o orçamento disponível para tal aquisição.

O que podemos dizer, de antemão, é que empresas menores, ou até mesmo startups, costumam optar pelo ERP em nuvem, em decorrência dos custos iniciais mais convidativos e o seu caráter de escalabilidade. 

Já quando avaliamos empresas maiores, por outro lado, é comum perceber uma preferência por ERPs on-premise pela sua amplitude funcional. 

Mas como dito anteriormente, cada negócio possui suas particularidades e tais padrões não podem ser assumidos como regra. No final das contas, a escolha de um ERP precisa ser resultado de uma profunda análise das necessidades do negócio e dos seus objetivos estratégicos. E, nesse processo de decisão, tudo pode acontecer!

Nós podemos te ajudar ainda mais!

Com mais de 33 anos no mercado, a CISS é referência em soluções para a gestão e operação do varejo. Nossos ERPs — o CISSPoder e o CISSLive — são utilizados por mais 7.000 clientes em todo o Brasil e foram desenvolvidos para atender precisamente às necessidades de empreendedores que buscam um sistema para otimizar o seu dia a dia.

Seja em nuvem, seja on-premise, a CISS pode te ajudar a dar um passo à frente e transformar positivamente a gestão do seu negócio. Acesse o nosso site e veja todas as vantagens das nossas soluções!


E aí, gostou deste artigo e quer mais dicas para com o sucesso do seu negócio? Acesse a página principal do nosso blog, selecione o segmento de seu interesse e cadastre-se agora para começar a receber conteúdos selecionados da CISS gratuitamente. Até a próxima!

Pesquise no blog da CISS
Pesquisar
Artigos recentes​
Inscreva-se

Quer receber dicas de gestão exclusivas gratuitamente?

Para saber mais sobre como a CISS coleta, utiliza, compartilha e protege seus dados pessoais, leia a Política de Privacidade da CISS.

Compartilhe:
Você poderá gostar também: