Gerenciar a rotina no varejo é um trabalho que exige muitos esforços. Lidar com as demandas, independentemente de quão complexas são, é algo que hoje depende da tecnologia. Para isso, a automação comercial é o conceito de desenvolvimento de softwares mais importantes atualmente.

Atualmente, colaboradores podem dedicar seu tempo às tarefas mais estratégicas, ou seja, àquelas em que sua capacidade de trabalho é voltada ao desenvolvimento da empresa. Isso só é possível porque cada vez mais trabalhos manuais e repetitivos podem ser executados por sistemas. Por isso, investir em automação comercial tem sido uma ótima alternativa a varejistas.

Neste post, você entenderá um pouco mais sobre essa tecnologia e sua importância. Saiba quais são as vantagens de aplicar a automação em um negócio!

O que é a automação comercial?

A automação comercial é uma proposta tecnológica em que empresas varejistas usam softwares para executar tarefas variadas no dia a dia. O grande diferencial é que esses sistemas são capazes de realizar esse trabalho sem a necessidade da operação de um colaborador.

Na prática, os softwares são programados para realizar uma série de demandas, desde as mais simples até as mais complexas. A questão é que a maioria desses trabalhos são manuais e excessivamente trabalhosos, o que demanda tempo.

Essa ideia visa trazer produtividade para as empresas. Com o trabalho executado com maior dinamismo e agilidade, a rotina do negócio é otimizada. Isso vai gerar, além de tempo para o trabalhador focar o que é mais relevante, melhor atendimento, gestão ampla do negócio e um desenvolvimento geral que traz aumento do faturamento.

Qual a importância da automação comercial?

Um sistema de automação comercial permite que a gestão do varejo seja feita de maneira integrada e unificada. Todo colaborador que tem acesso à plataforma é capaz de verificar informações importantes, executar tarefas e cuidar das demandas principais daquele negócio.

Essa interface única promove uma troca de informações mais ágil e transparente. Tudo acontece em um só lugar, facilitando muito o trabalho de todos. Além disso, a automação também traz a possibilidade de atender melhor ao cliente por meio da gestão de dados.

Se o negócio conhece bem seu cliente, naturalmente estará pronto a fazer ofertas mais adequadas e otimizar o trabalho comercial. Em resumo, a automação é fundamental para a empresa desenvolver sua gestão interna e, consequentemente, melhorar seu trabalho de atendimento e serviço ao consumidor.

Quais são as vantagens de investir em automação comercial?

Quando empresas se deparam com a possibilidade de investir em automação comercial, o primeiro questionamento é: realmente vale a pena? Essa pergunta só pode ser respondida quando se entende mais a fundo quais são as vantagens de contar com essa tecnologia. Confira as principais a seguir.

Redução de despesas

Uma das frentes mais importantes de um sistema de automação é o gerenciamento financeiro. Entradas e saídas são registradas automaticamente, o que dá maior controle a quem está à frente desse trabalho. Dessa forma, há maiores possibilidades de entender quais despesas e custos estão excessivamente altos e, então, buscar soluções que gerem a redução desses custos.

Em outra perspectiva, mais ampla, a gestão mais eficaz de uma empresa torna toda a rotina melhor. Sendo possível detectar erros e falhas, naturalmente há a base para agir de modo certeiro e acabar com esses problemas que geram mais despesas. Em varejistas, o melhor aproveitamento de mercadorias também é algo que gera maior faturamento e também economia.

Diminuição de erros processuais

Para um colaborador, ter que registrar informações manualmente, por exemplo, pode ser um trabalho mecânico e repetitivo que exija atenção demais. Por maior que seja a dedicação, é comum que haja falhas nesses processos cansativos e longos. A automação comercial cuida, principalmente, desses processos que, se realizados manualmente, serão muito lentos e propensos a falhas.

Um erro, independentemente de seu tamanho, pode gerar perda de faturamento, problemas operacionais e atrasar a dinâmica de trabalho do varejista. Um software que realiza tarefas desse tipo por conta própria faz com que a execução seja mais ágil e livre de falhas. Assim, o colaborador só checa o desenvolvimento da demanda e intervém de maneira pontual.

Decisões certeiras

Softwares de automação também registram dados relacionados às tarefas que ele executa no cotidiano. Muitas dessas plataformas, conhecidas como ERP, têm uma atuação mais ampla, funcionando como um ambiente de gestão do negócio.

Assim, esse ambiente se torna uma fonte de informações que traz registros sobre os resultados da empresa, o desempenho de vendas e o que mais for relevante.

Gestores precisam tomar decisões o tempo todo e, para isso, precisam estar embasados em dados concretos. O uso desses softwares é o ponto de partida para acertar sempre que uma decisão estratégica precisar ser tomada. O motivo para essa precisão é simples: as plataformas trazem dados sólidos e confiáveis sobre o negócio e seu desempe

nho.

Retenção de clientes

Tão importante quanto ter mais clientes é fidelizar aqueles que já compram em seu varejo. Para isso, o ideal é conhecê-los mais a fundo e entende o que eles esperam de seu negócio. A preferência de consumo, a forma de pagamento e outros detalhes relacionados ao cliente podem ser registrados de forma automática por esses sistemas usados no varejo.

A partir disso, há duas vantagens principais: continuar atendendo de forma personalizada e oferecendo o que essas pessoas buscam e, consequentemente, aumentar o volume de vendas. Um faturamento equilibrado, linear e regular depende de uma base de clientes fieis e satisfeitos, algo que a automação comercial ajuda a conquistar.

De que maneira a automação comercial impacta nos supermercados?​

Os supermercados são os varejistas que mais têm usado os recursos de automação comercial na gestão e operação do negócio. A seguir, veja como essa tecnologia impacta positivamente o segmento comercial.

Registro do nível de produtos

A automação possibilita registrar automaticamente a entrada e a saída de produtos do supermercado. Dessa forma, há organização para realizar as reposições nas prateleiras e, quando necessário, fazer novas compras.

Otimização da logística

Esse registro de produtos também ajuda a ter melhor controle das demandas logísticas da empresa. A chegada de novos produtos requer planejamento e organização para garantir que eles estejam disponíveis ao consumidor o mais rápido possível.

Acompanhamento dos resultados de vendas

O resultado das vendas é importante para gerenciar as finanças da maneira certa. No supermercado, o volume de entradas é diário, por isso é importante ter um sistema automatizado. Assim, há controle em tempo real e de maneira dinâmica.

A automação comercial é um investimento que vale a pena e, na prática, a médio prazo, proporciona a redução de custos e o aumento do faturamento. A tecnologia traz recursos de gestão mais eficazes ao trabalhador e, de forma geral, ajuda no desenvolvimento do varejista.

Gostou deste post? Outras pessoas podem aproveitar as informações importantes deste conteúdo: compartilhe em suas redes sociais!

Compartilhar