Você já ouviu falar em débito direto autorizado (DDA)? Esse serviço muito interessante ajuda empresas e varejos a planejarem sua contabilidade e finanças, uma vez que facilitam o controle da conta bancária.

Continue a leitura do artigo para descobrir o que é essa ferramenta e entender de que forma ela funciona. 

O que é débito autorizado?

A tecnologia tem um papel fundamental no varejo e também nas indústrias, afinal, por meio dela é possível otimizar processos, diminuir gargalos e melhorar o controle do negócio como um todo. E, ao contrário do que se possa imaginar, as inovações não se restringem apenas ao operacional. 

No setor da gestão financeira, o débito autorizado ou, ainda, débito direto autorizado, é uma dessas novidades tecnológicas. Mas o que ele é? Na prática, esse serviço nada mais é do que uma ferramenta que permite a automação do pagamento de boletos bancários, sem que seja necessário gerar ou imprimir esse documento. 

Essa novidade foi desenvolvida pela Federação Nacional dos Bancos (Febraban) e está disponível há mais de dez anos. 

Qual a diferença entre o débito autorizado e o débito automático?

Como o nome já indica, o débito automático realiza a cobrança de uma conta sem que seja necessário autorizar o pagamento mensalmente ou fazê-lo manualmente. 

Já no DDA, os boletos não são creditados da conta sem que o devedor realize uma ação  para que a cobrança seja feita. Em resumo, os valores ficam registrados e identificados no extrato até que o responsável pelo setor financeiro autorize o pagamento.

Como funciona o débito autorizado?

O funcionamento do DDA é muito simples e começa com o envio de cobranças à instituição bancária na qual a loja tem sua conta. A partir desse momento, a controladoria fiscal e a contábil poderão visualizar todos os débitos e contas a pagar daquele mês.

Ao identificar os “boletos eletrônicos” que precisam ser quitados, é necessário confirmar as informações e autorizar o pagamento. O valor, então, é debitado da conta e enviado à instituição que enviou a cobrança. Bem simples, não é mesmo?

E, se você está pensando sobre os benefícios que o DDA oferece, saiba que ele ajuda tanto os clientes, que têm mais praticidade, confidencialidade e controle sobre suas contas, quanto as empresas credoras, que têm maior segurança e rapidez no recebimento de seus pagamentos. 

Além disso, o serviço colabora para reduzir a quantidade de papel utilizada em boletos e faturas, contribuindo para a preservação do meio ambiente.

Se essa solução lhe interessou, não deixe de conferir mais sobre outros programas que podem otimizar a contabilidade do seu varejo!

Compartilhar