Pesquisar
Close this search box.

Visual merchandising para franquias de varejo

É impossível falar no sucesso de uma franquia de varejo sem que ela possua produtos de qualidade e serviços de excelência. Mas indo além disso, a forma como esses produtos são apresentados e a experiência visual proporcionada aos clientes, impactam na percepção do valor da marca e, por consequência, na decisão de compra dos consumidores.

Neste artigo, explicaremos o conceito de visual merchandising e sua importância para franquias de varejo. Vamos explicar como os franqueadores podem criar padrões legais, considerando as diferentes regiões. Além disso, vamos abordar como a aparência e a organização dos produtos na vitrine podem influenciar as vendas. Continue acompanhando!

O que é visual merchandising?

O visual merchandising é a arte de criar uma experiência visual atraente para os clientes em um ambiente de varejo. Envolve a disposição estratégica de produtos, a criação de exposições convidativas, o uso eficaz de cores e até mesmo a iluminação. Em essência, o visual merchandising busca transformar a loja em um espaço onde os produtos se destacam e contam uma história.

A Importância do visual merchandising

Agora que sabemos o que é o visual merchandising, é importante ressaltar sua importância para as franquias de varejo. Vamos mostrar em detalhes os motivos pelos quais essa se tornou uma estratégia indispensável.

  • Primeira impressão: a primeira impressão é fundamental, e o visual merchandising é a primeira coisa que os consumidores veem. Uma vitrine bem planejada pode despertar a curiosidade e o interesse do cliente, levando-o a entrar na loja e explorar mais. Isso é muito importante nas franquias de varejo, porque uma loja bem estruturada e convidativa marca as pessoas, e as fazem querer conhecer mais sobre o seu negócio.
  • Reforço da identidade da marca: manter uma identidade de marca consistente é essencial para as franquias. O visual merchandising permite que os franqueadores comuniquem visualmente o espírito da marca em todas as unidades, criando uma conexão emocional com os clientes e fortalecendo o reconhecimento da marca.
  • Adaptação às localizações: embora a consistência da marca seja vital, é igualmente importante considerar as diferenças regionais. O que funciona em uma cidade pode não funcionar tão bem em outra. Assim, é importante conhecer o perfil dos consumidores das regiões onde estão suas lojas e ajustar suas estratégias conforme o seu público.
  • Influência no comportamento de compra: dados de mercado revelam que o marketing visual tem um impacto significativo no comportamento de compra. A disposição dos produtos na vitrine, cores e iluminação podem influenciar as decisões de aquisição dos clientes. Aqui estão alguns dados relevantes:
    1. Segundo dados do Sebrae, a tomada de decisão de compra ocorre no próprio ponto de venda em 85% das situações.
    2. Julian Medina, especialista em visual merchandising da G&J Consulting e professor do Senac, destaca que a organização estratégica dos produtos e a criação de um ambiente agradável impulsionam as vendas.
    3. A escolha das cores é fundamental. Segundo a Pantone Color Institute, as cores podem fazer as pessoas reconhecerem uma marca muito mais (até 87%) e influenciar suas decisões de compra em até 85%.
    4. Também é importante lembrar que a iluminação pode transformar um ambiente. Uma iluminação adequada torna o ambiente mais agradável. Isso faz com que os clientes permaneçam mais tempo na loja. Como resultado, o valor médio das compras aumenta.

Direcionando franqueadores para o sucesso

Agora que compreendemos a importância do visual merchandising, é interessante que os franqueadores saibam como aplicá-lo efetivamente em suas redes. Aqui estão algumas dicas.

  1. Estabeleça padrões claros: você precisa elencar regras claras sobre como arrumar a loja, desde onde e como posicionar os produtos, até que cores usar. Isso garante consistência em todas as unidades da franquia.
  2. Considere a localização: é importante permitir certa flexibilidade para que as unidades locais possam adaptar o visual merchandising às preferências regionais. Realizar pesquisas de mercado nas diferentes áreas de atuação da franquia pode ser uma estratégia valiosa.
  3. Ofereça recursos e treinamento: dispor de um portal do franqueado, para centralizar todos os recursos, como materiais de marketing, treinamentos, pedidos de compra etc., faz toda a diferença. Isso capacita os franqueados e os leva a implementar as diretrizes de forma eficaz.

Em um mercado altamente competitivo, o marketing visual se torna uma ferramenta essencial para atrair e reter clientes. Para franquias de varejo, essa prática desempenha um papel ainda mais crucial na criação de uma experiência de compra consistente e atraente.

Aplicar o visual merchandising em sua franquia é uma das formas mais adequadas para padronizar suas lojas e torná-las atrativas para os mais diferentes públicos, fortalecendo sua marca e aumentando suas vendas.

Se você está interessado em saber mais como impulsionar a eficiência e a lucratividade do seu negócio, não deixe de conferir o conteúdo “Quais funcionalidades um sistema de gestão integrado para franquias deve ter?“, que traz informações detalhadas sobre como um sistema integrado pode ser a peça fundamental para atingir o sucesso da sua franquia.

Pesquise no blog da CISS
Pesquisar
Artigos recentes​
Inscreva-se

Quer receber dicas de gestão exclusivas gratuitamente?

Para saber mais sobre como a CISS coleta, utiliza, compartilha e protege seus dados pessoais, leia a Política de Privacidade da CISS.

Compartilhe:
Você poderá gostar também: