Pesquisar
Close this search box.

ERP para e-commerce: um aliado para começar as vendas online

Antes de abrir uma loja online, é muito importante analisar a infraestrutura completa necessária para desempenhar bem a atividade: o site precisa estar estruturado para a modalidade, a equipe deve estar treinada para o modelo de atendimento e também é fundamental contar com um ERP para e-commerce.

Esse sistema auxilia na integração das informações e no gerenciamento das atividades da empresa, o que proporciona maior controle de estoque, redução de perdas, acompanhamento de vendas, entre outras métricas importantes para qualquer negócio. Se você está pensando em abrir sua loja virtual e não sabe por onde começar, a seguir, explicamos os diferenciais de contar com um sistema próprio para e-commerce. Confira!

Principais funções de um ERP para e-commerce

O ERP (sigla para Enterprise Resource Planning) contribui para a gestão dos dados e a administração do negócio. Ele centraliza todas informações em um ambiente. Com isso, proporciona um controle melhor do estoque, das demandas de produtos e do pagamento de impostos, entre outras funções.

O comércio eletrônico tem ainda algumas particularidades que demandam um monitoramento maior de todo o processo. Se a loja vende um produto que não está disponível no estoque, por exemplo, não consegue atender o prazo de entrega. Isso pode ocasionar a insatisfação do cliente e um prejuízo para a imagem do negócio.

Principais vantagens de usar ERP para e-commerce

Utilizar um sistema para a loja virtual é uma maneira de controlar melhor as suas operações e ter os dados adequados para a tomada de decisões. Separamos os principais benefícios de utilizar o ERP para e-commerce. Veja na sequência!

Integração de dados

Um sistema ERP para e-commerce é capaz de integrar dados de diferentes setores da loja virtual, como estoque, financeiro, logística e atendimento. Dessa maneira, o proprietário do e-commerce consegue controlar todas as informações em um só lugar, o que evita erros gerenciais e contábeis.

Emissão de relatórios

Essa integração das informações também simplifica a emissão de relatórios da empresa. Desse modo, o gestor consegue avaliar de perto se a loja está dando o lucro esperado ou se precisa de mudanças significativas na oferta dos produtos e dos preços aplicados.

Esses relatórios também auxiliam o gestor a compreender quais itens têm mais saídas na loja e aqueles que costumam ficar parados por mais tempo. Isso facilita a criação de ofertas especiais para aumentar a venda de determinadas mercadorias e também na hora de gerar pedidos de compras aos fornecedores no tempo certo.

Controle de estoque

Outra vantagem de um sistema ERP para e-commerce é que ele contribui para o gerenciamento do estoque. Os produtos vendidos recebem uma baixa automaticamente, assim pode-se realizar a compra de produtos antes que eles fiquem indisponíveis, evitando as chamadas rupturas de estoque.

Gestão financeira

O software também possibilita um controle financeiro maior para a loja virtual. Isso porque ele integra as informações de diversos setores, permitindo uma avaliação em tempo real da situação da empresa. Além disso, fica muito mais fácil ter acesso a indicadores da saúde financeira do negócio e gerar o cálculo de impostos, uma vez que muitos dados são emitidos automaticamente.

Melhora do relacionamento com clientes

A centralidade das informações também auxilia na hora da análise de dados por parte do gestor da empresa. Ao cruzar dados das vendas do e-commerce com o cadastro de clientes, por exemplo, é possível identificar qual é o perfil do público consumidor, seus hábitos de consumo ao longo do ano, ticket médio, custos de aquisição (CAC), etc. Essas informações em mãos proporcionam uma vantagem no momento de criar ações estratégicas para melhorar o relacionamento com o cliente — como o envio de e-mails e a criação de promoções específicas e personalizadas.

Ganho de produtividade

O sistema automatiza muitas atividades e simplifica a resolução das tarefas do dia-a-dia. Logo, a equipe se torna mais produtiva e eficiente, uma vez que os dados necessários estão no mesmo lugar e muitos processos são feitos pelo próprio sistema. Consequentemente, a empresa consegue trabalhar com uma quantidade menor de funcionários sem ter prejuízo em suas demandas.

Diminuição de erros

Você já imaginou quanto dinheiro pode perder por errar o cálculo da margem de lucro de um produto, por exemplo? Ou pior: a equipe esquece de registrar algumas informações importantes, e sua empresa paga impostos de forma incorreta. Isso pode dar muita dor de cabeça e prejuízos para a empresa, certo?

Essas falhas muitas vezes são ocasionadas por esquecimentos no registro de informações ou falta de controle. Logo, ao contar com uma ferramenta para e-commerce que automatiza muitas dessas tarefas, a empresa consegue reduzir os erros e os prejuízos. Isso também dá mais segurança ao gestor, que pode trabalhar sem receio de eventuais problemas decorrentes de fiscalizações.

O que considerar na hora de escolher um ERP

Antes de adquirir o sistema para e-commerce, é fundamental fazer uma pesquisa de mercado. Compare as funcionalidades de cada ERP, verifique as avaliações dos clientes e a credibilidade da empresa fornecedora da ferramenta.

Além disso, é muito importante considerar se os módulos do ERP se comunicam corretamente, pois é isso que vai facilitar o gerenciamento das informações. Dê preferência para a contratação do serviço de uma empresa inovadora, que está sempre melhorando os seus processos e as funcionalidades das suas plataformas.

Diferenciais

Também é recomendável avaliar o serviço de suporte ao cliente, já que um atendimento de qualidade vai fazer toda a diferença quando você estiver com um problema na sua loja ou precisar tirar alguma dúvida.

Outro aspecto importante a considerar na hora de escolher um software para o e-commerce é a facilidade de instalação e de uso da ferramenta. Muitas empresas oferecem serviços acompanhados de implantação e treinamento que trazem muitos benefícios no que diz respeito a usabilidade do sistema pelo usuário.

Por último, além de avaliar o preço do produto é importante avaliar as vantagens agregadas ao sistema . É claro que o gestor sempre prefere economizar o máximo possível, mas antes de comprar a solução mais barata, é indicado comparar os demais aspectos como: funcionalidade, atendimento, processo de instalação, facilidade de uso e recomendação de clientes. Uma solução muito barata, mas com falhas no suporte técnico pode se transformar em um “pesadelo” em poucos meses.

Já deu para perceber que um ERP para e-commerce pode fazer uma grande diferença na gestão do negócio, certo? Antes de tomar a sua decisão, procure avaliar com cautela todas as informações e, se for possível, solicite uma demonstração ou um teste gratuito.

Que tal aproveitar a visita e entender um pouco mais sobre esse tipo de software? Conheça as principais características de um ERP!

Pesquise no blog da CISS
Pesquisar
Artigos recentes​
Inscreva-se

Quer receber dicas de gestão exclusivas gratuitamente?

Para saber mais sobre como a CISS coleta, utiliza, compartilha e protege seus dados pessoais, leia a Política de Privacidade da CISS.

Com as tags:
Compartilhe:
Você poderá gostar também: