O Natal — assim como qualquer outro período sazonal com festividades, como dia das mães e dos pais — é uma excelente época para apostar em ações para atrair clientes, aumentar vendas e melhorar o faturamento do seu negócio.

Porém, para que isso seja realmente possível, é necessário tomar alguns cuidados básicos. Só assim você consegue criar um período promocional bem eficaz e com grandes chances de retorno positivo.

A seguir, listamos 7 estratégias que vão lhe ajudar nessa missão. Confira!

1. Rever o planejamento

Antes de qualquer coisa, é sempre bom repassar o seu planejamento e verificar se existe algum ponto que pode ser alterado ou aperfeiçoado. Isso vale especialmente para o seu posicionamento nas redes sociais, que demandam uma presença forte.

Por meio delas — além de SMS e e-mail marketing —, você pode promover seus produtos, oferecer conteúdos de valor para o público, tornar a sua empresa mais reconhecida e conquistar algumas vendas que talvez não fossem concretizadas sem esses recursos.

Aproveite para criar promoções e incluir ofertas especiais de natal já nas próximas ações. Assim, quem sabe você não consegue fazer com que alguns clientes antecipem as compras e aumentem o faturamento desde já?

2. Observar o que os concorrentes têm feito

O monitoramento de concorrentes é sempre fundamental para a tomada de decisões em uma empresa. Isso vale especialmente para o monitoramento de preços e a realização de promoções.

Portanto, não deixe de avaliar quais estratégias estão sendo adotadas, os produtos ofertados e, principalmente, as avaliações dos clientes em relação à qualidade dos itens e do atendimento, por exemplo.

Também vale a pena verificar a disposição do layout da loja e qualquer outra informação que ajude a melhorar o seu planejamento e posicionamento no mercado. Essa prática é conhecida como benchmarking e com ela você identifica as melhores práticas e o que pode ser feito para aplicá-las ao seu negócio.

Lembrando que não se trata apenas de copiar outras empresas, e sim de adaptar ideias bem-sucedidas. Além do mais, você não precisa se apegar apenas aos concorrentes diretos: também é bom saber o que as grandes marcas andam fazendo de bom.

3. Posicionar a marca

Encontre uma maneira de criar uma imagem positiva e chamativa, a fim de deixar a sua empresa na cabeça dos clientes, fazendo com que ela seja sempre uma opção para o momento das compras.

É claro que essa ação não se restringe a uma estratégia de aumentar vendas no Natal, e sim no ano todo. O que isso quer dizer? Que é preciso criar uma identidade para o seu negócio e cativar o público a procurá-lo sempre, já que ele deve ser lembrado pelas qualidades.

4. Personalizar o layout da loja

Certamente você já percebeu como o varejo começa a mudar em novembro, adotando decoração mais temática e anunciando promoções específicas da época — um bom exemplo disso é a disponibilização de panetones para venda.

Para isso, temos algumas dicas valiosas:

  • capriche no aspecto visual (isso gera grande apelo nos clientes);
  • incorpore o espírito natalino na decoração do seu estabelecimento;
  • use cores que remetem ao Natal (como vermelho, verde e dourado);
  • comece a fazer as modificações com, pelo menos, um mês de antecedência.

5. Marcar presença no ambiente digital

Lembra que falamos sobre a importância das redes sociais? Com tanta gente conectada à internet, levar a sua empresa para o ambiente digital é uma excelente forma de ampliar a divulgação e atrair mais pessoas. Além de perfis nas redes, isso pode ser feito por meio de:

  • site;
  • blog;
  • aplicativo para smartphone.

Além disso, aproveitar esses períodos de comemoração para anunciar os produtos online é uma forma de receber mais atenção e, como consequência, aumentar as vendas.

Lembrando que essa estratégia também contribui para que sua empresa fique mais próxima do público e aproxime ainda mais o relacionamento.

6. Criar descontos e condições especiais

Quer estratégia mais eficaz para aumentar as vendas do que oferecer descontos e outras condições especiais? Crie promoções que sejam realmente atrativas — não se esqueça de que com tanta concorrência no mercado, o preço é um fator de muito peso na decisão de compra.

Entre as ações que você pode adotar, estão:

  • cupons de desconto;
  • brindes;
  • leve 3 pague 2;
  • bônus para compras futuras;
  • diversificação das formas de pagamento (aumentando o limite de parcelas ou oferecendo um prazo grande para pagamento primeira parcela, por exemplo).

Porém, é preciso lembrar que, quando se trata de dinheiro e receita, é preciso tomar a decisão com bastante cuidado e planejamento. É sempre importante se certificar de que a estratégia não vai comprometer o seu fluxo de caixa e muito menos trazer prejuízos para o negócio.

7. Fazer um controle rigoroso do estoque

Por fim, de nada adianta investir pesado em promoções e divulgações se o seu estoque não está devidamente abastecido. Imagine o nível de insatisfação de um cliente ao ir atrás de uma oferta muito atrativa e ser informado de que o item em questão já não está mais disponível.

Primeiramente, verifique com seus fornecedores a flexibilidade para aumentar o fornecimento, caso seja necessário. Se isso não for possível, você já sabe que sua promoção será limitada a algumas unidades. Por outro lado, caso seja possível aumentar o estoque, se programe para solicitar a reposição, evitando a faltas dos itens.

Além disso, é preciso fazer um controle rigoroso de tudo que sai e entra no estoque. Para que o trabalho seja mais eficiente e assertivo, vale a pena contar com o suporte da tecnologia.

O uso de um sistema integrado, como o ERP, aumenta o monitoramento de todas as vendas que são realizadas e do giro dos produtos na loja. Assim, fica mais fácil acompanhar os recebimentos e as vendas e saber quando é o momento certo de acionar o seu parceiro de negócios.

Como você viu, existem várias estratégias que podem ser utilizadas para aumentar vendas no Natal. É sempre importante lembrar que toda ação bem-sucedida sempre depende em grande parte de um bom planejamento e uma execução eficiente de tudo que foi colocado no papel. Além, é claro, de ser muito importante acompanhar o resultado dessas escolhas na prática e ajustar tudo o que for necessário.

Gostou da lista? Quer aproveitar para saber melhor como um ERP pode ajudar a otimizar diversas rotinas do seu negócio? Então, entre em contato com a CISS agora mesmo e tire todas as suas dúvidas!