Categorias: Tendências Varejo

Pix para empresas: como esse meio de pagamento pode ser usado entre elas?

O Pix para empresas ainda é visto como uma novidade, pois a grande ênfase dada no lançamento dessa ferramenta foi o uso pessoal. Além disso, em um primeiro momento, nem todos os bancos puderam oferecer essa funcionalidade aos clientes corporativos. 

Não é interessante para as empresas permanecerem alheias a essa novidade, pois isso pode fazer com que qualquer negócio perca mercado. O motivo é simples: os clientes preferem facilidades, e depois que se acostumam com elas, não aceitam mais as alternativas complexas e antigas.

Isso ocorreu com o cartão de crédito e outros meios de pagamento. Conforme mais pessoas aderiram a eles, as empresas que não aceitavam receber por esses meios deixaram de vender para esses compradores.

A grande diferença é que o Pix é gratuito para o consumidor, o que acelera o processo de adoção. Continue a leitura para saber mais sobre o meio de pagamento e como usá-lo no seu negócio!

O que é o Pix?

O Pix é um meio de pagamento desenvolvido pelo Banco Central e disponibilizado para que as instituições financeiras processem transações entre seus correntistas, sejam pessoas físicas, sejam pessoas jurídicas. 

Seguindo uma tendência mundial, o sistema permite um processamento eletrônico mais rápido e barato de cada movimentação financeira. Além de demorar cerca de 10 segundos para registrar e validar uma transferência ou um pagamento, ele pode ocorrer a qualquer hora ou dia, mesmo em finais de semana e feriados.

No Pix, as transferências e os pagamentos ocorrem com base em uma chave, que identifica as contas, as pessoas e as empresas. Ela pode ser um endereço de e-mail, o CPF, o CNPJ, o número de telefone, uma chave numérica aleatória gerada pelo sistema, ou um QR Code, que pode ser gerado com um valor fixo ou não.

Você pode gerar uma chave para pagamento na qual o cliente só pode transferir o valor exato da compra, mas também pode permitir que ele digite o valor.

Seja como for, com o Pix a sua empresa pode efetuar o pagamento de um fornecedor digitando o CNPJ dele, por exemplo, no lugar de todos os números de identificação de um boleto ou os dados da conta-corrente da empresa — desde que ele o tenha cadastrado esse número como chave Pix.

Quais são as vantagens do Pix?

A primeira e mais marcante vantagem do Pix é que ele é um mecanismo alinhado às demandas e preferências do consumidor 4.0, que busca praticidade, agilidade e segurança. Por atender às necessidades dos clientes, ele é uma forma de atrair e cativar compradores. 

Além disso, os ganhos são evidentes nos aspectos de segurança, agilidade, diminuição de custos e de praticidade. Clientes dos mais diversos perfis podem fazer transações com facilidade e versatilidade.

Amigos podem facilmente trocar dinheiro pelo Pix para dividir a despesa em um restaurante ou fazer uma compra online em quantidades maiores, para aproveitar descontos ou um frete grátis, por exemplo. São situações que a gente não costuma prever, mas que facilitam e estimulam negócios de formas variadas.

O pagamento de funcionários também pode ser facilitado e mais rápido, bastando usar a chave Pix escolhida por cada um deles para fazer a transferência imediata. Contudo, ainda existem limitações com relação ao envio desses pagamentos por lote.

Essa é uma condição momentânea. As próprias instituições financeiras poderão desenvolver funções novas, e o Banco Central já tem atualizações programadas, que prometem agregar novas possibilidades continuamente.

Além disso, eventuais erros nos valores em transações podem ser rapidamente corrigidos, o que também é muito útil quando é preciso fazer uma devolução para um cliente, seja por um erro de processamento, seja pela desistência da compra. 

Aliás, uma característica incomum do Pix, que também reflete uma vantagem, é que, apesar de ser uma ideia inovadora, ela tem uma aceitação muito boa, o que facilita e acelera a adesão por parte do consumidor. 

Como funciona o Pix para empresas?

Com base nas vantagens que listamos acima, já é possível ter uma ótima ideia de como o Pix funciona para as empresas, mas ainda temos alguns pontos a esclarecer. Um dos que merece a atenção é que o rápido processamento eletrônico facilita a gestão financeira e muda a lógica do fluxo de caixa da empresa.

Ao mesmo tempo que o dinheiro entra mais rápido e fácil no caixa, ele sai com a mesma agilidade e eficiência. Obviamente, o resultado é positivo, pois as receitas são superiores às despesas — ao menos nas situações normais. 

Também é preciso saber que o Pix é gratuito para as pessoas físicas, mas não necessariamente para as empresas. O Banco Central autorizou a cobrança de tarifas e não interfere nesses valores, portanto, é preciso verificar a política da instituição na qual sua empresa mantém conta, uma vez que essa taxa é opcional. Mesmo com a cobrança de tarifas, a tendência é que os custos diminuam, pois o Pix elimina intermediários.

Especialmente as empresas de varejo, para as quais a variedade de meios de pagamento sempre foi importante, seja para agradar o consumidor, seja para ampliar a quantidade de clientes, o Pix pode estimular negócios.

Outra funcionalidade com a qual as empresas podem contar é com a possibilidade do pagamento de taxas e guias devidas ao governo federal, por meio de um QR Code impresso no DARF (Documento de Arrecadação de Receitas Federais), afinal, o sistema foi desenvolvido pelo Banco Central.

Em resumo, podemos dizer que o Pix oferece os seguintes diferenciais para as empresas:

  • pagamentos realizados diretamente entre quem paga e quem recebe, sem intermediários;
  • recebimento praticamente instantâneo, em segundos;
  • o sistema pode ser utilizado 24 horas por dia e todos os dias, mesmo nos feriados;
  • os custos são reduzidos e algumas instituições financeiras não cobram o serviço nem das empresas, ainda que estejam autorizados a isso;
  • as empresas podem pagar impostos, salários de colaboradores e fornecedores pelo Pix.

Todas essas características indicam que o Pix para empresas pode ser uma ótima alternativa em substituição aos pagamentos por meio de TED e DOC. A questão é avaliar o melhor momento de fazer essa troca, que depende de uma boa adesão ao novo sistema. 

Você acha que o Pix vai ajudar o seu negócio? Tem alguma dúvida sobre o assunto? Gostaria de fazer uma observação? Deixe o seu comentário!

Compartilhar

Última modificação em 6 de abril de 2021 10:08

Publicado por
CISS S.A
Tags: PixVarejo

Posts Recentes

O que é furo de estoque e como a tecnologia ajuda a resolver esse problema?

Furo de estoque é um problema que deve ser evitado na empresa. Ele ocorre quando… Ler mais

13 de maio de 2021

Por que investir no mercado de alimentação saudável é uma ótima opção?

Você já parou para pensar na importância do investimento no mercado de alimentação saudável para… Ler mais

11 de maio de 2021

O que é inteligência empresarial e como colocar em prática no meu negócio?

A inteligência empresarial é fundamental para reduzir custos e aumentar a eficiência operacional. Atualmente, dificilmente… Ler mais

6 de maio de 2021